Da água para o vinho

Estávamos no alojamento de estudante da minha filha. Seu namorado, Tim, viera para o almoço. Para nós, não foi surpresa quando ele disse: “A gente está pensando em casar no próximo verão.”

Comemoramos com uma garrafa de refrigerante, mas, ao sairmos com o carro, eu me perguntei como conseguiríamos financiar um casamento. Tanto Beth como Tim precisariam reembolsar grandes empréstimos estudantis, e nós trabalhávamos para uma organização da igreja. Nunca tínhamos dinheiro sobrando no fim do mês, e mesmo um simples casamento britânico custaria em torno de 30 mil dólares.

Bernie e eu dirigíamos programas de fim de semana para casais, intitulados “Transformando Água em Vinho”.
Enquanto preparava a publicidade para o retiro seguinte, pensei no primeiro milagre de Jesus, num casamento, abençoando o casal com um presente totalmente generoso e completamente desnecessário, só para tornar a ocasião especialíssima. Então, sentei à mesa da cozinha com um copo de água e li de novo toda a história, no segundo capítulo de João. Deus e Pai, disse eu, estás lembrado do milagre do vinho? Bom, receberíamos muito bem um outro como esse, agora. Beth e Tim querem que seu casamento seja uma celebração do amor que tens partilhado com eles. Querem que seu matrimônio mantenha o foco sobre o Teu desejo para a vida deles. Financeiramente, tudo o que temos é um pouco de água. Mas nós cremos que podes tomar essa água, a quantia quase inexistente de dinheiro, multiplicá-la, abençoá-la e transformá-la num belo casamento. Creio que podes fazer isso por nós, por Beth e Tim.

Costurei o vestido de Beth, o tio de Tim preparou um bolo incrível, amigos fizeram buquês e providenciaram a música. O irmão caçula de Beth passou o verão fazendo enfeites para as mesas.

Deus operou milagres com nossas frágeis finanças. Durante um ano inteiro, houve dinheiro sobrando no fim de cada mês. Tínhamos o necessário para pagar a elegante celebração, como também tudo mais de que precisávamos. Nossas aguadas finanças foram transformadas no vinho saboroso daquele memorável casamento.

(Karen Holford in Meditação da Mulher)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...