O Senhor é nosso marido


Porque o teu Criador é o teu marido; o Senhor dos Exércitos é o Seu nome; e o Santo de Israel é o teu Redentor; Ele é chamado o Deus de toda a Terra. Isaías 54:5

Eu os ouvi, bem antes de vê-los. 
Enormes bandos de gansos canadenses voavam para o sul, à procura de um lugar para passar o inverno. Vi um pesaroso ganso dando a volta – seria, talvez, para procurar um companheiro perdido? Por fim, ele retornou de novo e se uniu ao último dos bandos, ainda com seu grito de lamento.

Sei entendê-lo, se ele perdeu seu companheiro. Eu perdi o meu, há mais de um ano. Ainda sinto sua falta; sempre sentirei sua falta – até que o Senhor volte. Você se acostuma com um relacionamento confortável após 57 anos de casamento. Li que o acasalamento dos gansos canadenses dura para o resto da vida. A maioria das mulheres da minha família não se casou de novo após perder o esposo, e não creio que eu vá quebrar essa tradição.


A Bíblia diz que o Senhor é nosso marido, e fico satisfeita com isso. Não se pode pedir um substituto melhor para o marido, se isso se torna necessário. Deus promete que estará sempre ao nosso dispor quando precisarmos dEle; Ele nunca falha conosco e prometeu voltar para levar-nos com Ele para o lar.

Acho difícil tomar decisões sem alguém que sempre me ajudou a tomá-las. Sinto falta da experiência do meu esposo, mas estou aprendendo a depender do Senhor, e Ele encontra maneiras de me mostrar o caminho que devo seguir.

Moro numa grande área para jubilados, onde há muitas viúvas em minha igreja, e apenas alguns viúvos. As estatísticas nos dizem que o esposo é, com frequência, o primeiro a falecer. Tem sido assim em minha igreja e na maior parte das igrejas ao redor. Valorizo muito a minha família da igreja, pois, ao contrário de muitas outras pessoas, fiquei sem parentes próximos. Meu esposo e eu perdemos um bebê por ocasião do nascimento, e uma filha de 28 anos de idade. Meus pais já faleceram anos atrás, e meus dois irmãos se foram. Tenho duas sobrinhas, um sobrinho e uma tia-avó de 88 anos que mora no Canadá, bem como alguns primos.

Aqueles que assistem a seminários sobre o controle do estresse aprendem que o estressor número um na vida é a perda do cônjuge. Aguardo, assim como muitas outras pessoas, o dia em que nosso Senhor voltará para devolver-nos os nossos entes queridos que faleceram. Que chegue logo o dia da Sua vinda! 

(Loraine F. Sweetland in Meditação da Mulher)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...