Tecnologias possibilitam espionagem da vida alheia


Quando ativistas ambientais começam a usar aviões-robô para monitorar embarcações baleeiras japonesas, como fizeram em dezembro, tem-se um sinal indubitável de que o uso desses veículos não é mais prerrogativa somente das forças armadas. Forças policiais pelo mundo estão dispostas a usar pequenos aviões não tripulados para localizar criminosos em fuga e monitorar cenas de crimes do alto. Com preços que vão de um pouco mais (e às vezes um tanto menos) do que os US$ 40 mil de um carro policial, uma nova geração de micro aviões-robô está sendo recrutada para substituir helicópteros policiais que podem custar até US$ 1,7 milhão.

Além de ensejar a imposição da lei, qualquer atividade civil que possa ser aprimorada por uma vista de cima – monitoramento de tráfego, checagem de cabos elétricos e tubulações, pesquisa de florestas e lavouras, patrulha de áreas silvestres à procura de focos de incêndio – pode se beneficiar pelo uso de aviões-robô. O fator limitador não é tecnológico, mas regulatório. Nos EUA, a Federal Aviation Administration (FAA) atualmente permite o uso recreativo de aviões-robô, mas não comercial: no início do ano corretores imobiliários de Los Angeles foram impedidos de usar aviões-robô para fotografar propriedades sendo vendidas por eles, por exemplo.

Mudanças estão a caminho, todavia. A Comissão Europeia realizou diversas audiências sobre o assunto, a mais recente em 9 de fevereiro, para determinar o arcabouço regulatório que permitirá o amplo uso de aviões-robô por civis. Nos EUA, uma lei aprovada pelo Senado em 6 de fevereiro e atualmente esperando aprovação presidencial requer que a FAA determine novas regras para que os céus possam ser franqueados de modo seguro a voos de aviões-robô a partir de outubro de 2015.

(Opinião e Notícia)

Nota: Aos poucos, a tecnologia vai possibilitando a quem interessa um maior patrulhamento da vida das pessoas. É o fortalecimento da ideia de um Big Brother global (nada a ver com aquele lixo televisivo, por favor). Será que esses aviões também serão usados no futuro para caçar fugitivos ou algo assim?...[MB]
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...