Conversa com meu Pai

Aguentem com paciência os sofrimentos e orem sempre. Romanos 12:12. NTLH


Você acredita na oração? Quero dizer, realmente, verdadeiramente, acredita na oração? Muitas de nós fomos ensinadas a orar desde a tenra infância, e isso se tornou um hábito que praticamos pelo menos uma vez ao dia, antes de ir para a cama e, talvez, na hora das refeições. Mas o que acontece durante o restante do tempo? Mantemos contato com Deus ao longo do dia, ou é simplesmente algo que fazemos, talvez de manhã, antes de sair de casa, e quem sabe, se nos lembramos, justamente antes de fechar os olhos à noite?

Lembro-me de ter orado, quando criança, por uma boneca especial antes do meu quinto aniversário. Não era uma boneca comum que eu queria – ah, não! Eu queria uma que fechasse os olhos e dissesse “mamãe”! Contei isso a Jesus e orei fervorosamente todas as noites, por algumas semanas. É claro que minha mãe estava ali ao meu lado enquanto eu fielmente fazia a oração.

Depois que todos os amiguinhos tinham chegado para a festa do meu aniversário, a campainha da porta tocou e mamãe pediu que eu fosse atender. Abri a porta. Logo ali, do lado de fora, havia uma caixa branca, comprida, com uma fita. Ergui a caixa. Sobre ela estava escrito: “Para Erna, de Jesus”! Contei a toda vizinhança que Jesus me havia dado aquela boneca! Foi só alguns anos mais tarde que entendi que Ele recebera alguma ajuda dos meus pais. Eu tinha total confiança em Seu grande poder, mesmo aos cinco anos de idade. Eu tinha ouvido sobre orações atendidas. Por que minha oração não seria atendida também?

Sei que nem todas as orações são respondidas tão facilmente como aquele meu pedido de muito tempo atrás, com relação a uma boneca. Mas Deus continua lá, ouvindo nossas orações. Podemos confiar em Seu poder e amor por nós. Ele sabe o que é melhor para cada uma. Nosso texto diz que devemos ser persistentes na oração. Oração é comunicação com Deus, uma conversa com nosso Pai celestial.

Eu era apenas uma criança quando orei pedindo minha boneca especial. Minhas orações de hoje são completamente diferentes das daquela época, mas minha confiança em Seu poder tem-se fortalecido desde então. Agora sei, por experiência pessoal, quão poderoso é Deus, e não só por causa das lições bíblicas aprendidas quando criança. Que Deus nos abençoe ao nos dispormos a servi-Lo hoje!

(Erna Johnson in Meditação da Mulher)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...