Sua lâmpada tem óleo?


O reino dos Céus será semelhante a dez virgens que, tomando as suas lâmpadas, saíram a encontrar-se com o noivo. Mateus 25:1 (ver verso 13)

Embora cinco virgens sejam representadas como prudentes e cinco como loucas, todas tinham lâmpadas. Todas foram convencidas de que precisavam se preparar para a vinda do noivo, e todas adquiriram conhecimento da verdade. Aparentemente, não havia diferença entre as prudentes e as loucas, até que se ouviu o clamor: “Eis o noivo! Saí ao seu encontro!” (Mt 25:6). Nesse momento, foi revelado o verdadeiro estado das coisas.

As prudentes tiveram o cuidado de carregar consigo óleo em seus vasilhames, para que as lâmpadas que começavam a brilhar com menos intensidade pudessem ser reabastecidas com óleo. As loucas, porém, não fizeram provisão para essa emergência, e fizeram uma séria e aflita petição às prudentes. [...] Negligenciaram o preparo para se encontrar com o noivo, e agora buscavam o auxílio das que providenciaram suprimento de óleo. [...]


Ao ler essa parábola, podemos apenas sentir pena das virgens loucas e fazer a pergunta: Por que as virgens prudentes não dividiram seu suprimento de óleo? Porém, ao fazermos a aplicação espiritual da parábola, podemos entender a razão. É impossível para aqueles que possuem fé e graça dividir seu suprimento com aqueles que não possuem. É impossível para aqueles que fizeram profundo exame de coração partilhar os benefícios com aqueles que fizeram apenas um exame superficial. [...]

Todas as dez virgens pareciam estar prontas para a chegada do noivo. No entanto, o teste revelou o fato de que cinco estavam despreparadas. [...]

As virgens loucas não representam aqueles que são hipócritas. Elas tinham consideração pela verdade, defendiam a verdade, planejavam sair ao encontro do noivo. Elas estavam vinculadas àqueles que
creem na verdade, e andavam com eles; elas possuíam lâmpadas, o que representa o conhecimento da verdade. [...]

Muitos aceitam a verdade prontamente, mas não a assimilam, e sua influência não é duradoura. São semelhantes às virgens néscias, que não tinham azeite em suas vasilhas com as lâmpadas. O azeite é um símbolo do Espírito Santo que é introduzido no coração pela fé em Jesus Cristo. Aqueles que examinam diligentemente as Escrituras com muita oração, que confiam em Deus com firme fé, que obedecem aos Seus mandamentos estarão entre os que são representados como virgens prudentes 
(Review and Herald, 17 de setembro de 1895).

******************************************************


-> Texto: Ellen G. White, do devocional 2013 “Perto do Céu”, da Casa Publicadora Brasileira

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...