O Senhor Está Neste Lugar

Na verdade, o Senhor está neste lugar, e eu não o sabia. Gênesis 28:16

Jacó acordou com o solene sentimento da presença de Deus. [...] Por meio do Espírito de Deus, o plano da redenção foi apresentado a Jacó, não completamente, mas nas partes que para ele eram essenciais naquela ocasião. O tempo da primeira vinda de Cristo ainda estava distante no futuro. Deus, porém, não permitiria que Seu servo permanecesse na ignorância quanto ao fato de que ao pecador seria provido um Advogado junto ao Pai.

Até o tempo da rebelião de Adão e Eva contra o governo divino, tinha havido livre comunicação entre Deus e o ser humano. O Céu e a Terra haviam sido ligados por um caminho que o Senhor apreciava muito atravessar. Mas o pecado de Adão e Eva separou a Terra do Céu. A maldição do pecado pairava sobre a raça humana e era de tal maneira ofensiva a Deus que o ser humano não poderia ter comunhão com seu Criador, por mais que desejasse. Não poderia escalar as muralhas do Céu e entrar na cidade de Deus, pois nada entra ali que a contamine. A escada representa Jesus, o meio designado para a comunicação. Não houvesse Ele estabelecido com os próprios méritos uma passagem através do abismo que o pecado criou, e os anjos ministradores, que subiam e desciam a escada, não poderiam ter comunhão com o ser humano decaído.


Tudo isso foi revelado a Jacó no sonho. Embora a mente dele tivesse assimilado imediatamente parte da revelação, as grandes e misteriosas verdades dela foram o estudo de toda sua vida, e mais e mais ela se lhe desvendava à compreensão. A escada misteriosa que lhe fora revelada no sonho era a mesma a que Cristo Se referiu em Sua conversa com Natanael. Disse Ele: “Vereis o céu aberto, e os anjos de Deus subirem e descerem sobre o Filho do homem” (Jo 1:51).

É obra de nossa vida aqui começar pelo lance mais baixo da escada, e passo a passo subir em direção ao Céu. [...] Subimos a passos sucessivos. Quando deixamos um lance para trás, é para alcançarmos outro ainda mais alto. Portanto, nossas mãos estão constantemente procurando alcançar cada vez mais acima os sucessivos degraus da graça, e nossos pés se firmam em um lance após outro, até que, afinal, seja amplamente provida nossa entrada no reino de nosso Senhor e Salvador, Jesus Cristo (Signs of the Times, 31 de julho de 1884).


-> Texto: Ellen G. White, do devocional 2013 “Perto do Céu”, da Casa Publicadora Brasileira
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...