O Teste de Caim e Abel

Trouxe Caim do fruto da terra uma oferta ao Senhor. Abel, por sua vez, trouxe das primícias do seu rebanho e da gordura deste. Agradou-Se o Senhor de Abel e de sua oferta; ao passo que de Caim e de sua oferta não Se agradou. Gênesis 4:3-5

Caim e Abel, filhos de Adão, eram diferentes em caráter. [...] Esses irmãos foram provados, assim como o fora Adão antes deles, para mostrar se seriam obedientes aos requisitos de Deus. Tinham sido instruídos com respeito à provisão feita para a salvação da raça humana. Por meio do sistema de ofertas sacrificais, Deus desejava gravar na mente dos seres humanos o quão ofensivo é o pecado e colocá-los a par da inevitável penalidade que este trazia consigo: a morte. As ofertas deveriam ser uma lembrança contínua de que somente através do prometido Redentor é que o ser humano poderia chegar à presença de Deus. Caim e Abel compreenderam o sistema sacrifical de ofertas que deles foi requerido praticar. Ao apresentar suas ofertas, eles sabiam que estavam demonstrando humilde e reverente obediência à vontade de Deus, em reconhecimento de sua fé e dependência do Salvador a quem essas ofertas tipificavam.


Caim e Abel construíram seus altares de modo semelhante, e cada qual levou uma oferta. Caim considerou desnecessário ser tão minucioso em cumprir todas as reivindicações feitas por Deus. Dessa forma, fez uma oferta sem derramamento de sangue. Trouxe os frutos da terra e os apresentou como oferta diante do Senhor, mas não houve sinal do Céu para mostrar que esta era aceita. Abel insistiu com seu irmão para se aproximar de Deus da maneira divinamente prescrita, mas suas súplicas apenas tornaram Caim mais decidido a seguir sua própria vontade. Sendo mais velho, achava que não deveria ser aconselhado por seu irmão e desprezou o conselho dele.

Abel trouxe os primogênitos do rebanho, o melhor que possuía, conforme Deus lhe havia ordenado. No cordeiro imolado, ele antevia, pela fé, o Filho de Deus que deveria morrer por causa da transgressão da lei de Seu Pai. Deus aceitou a oferta de Abel. Fogo desceu do Céu e consumiu o sacrifício do pecador penitente.

Caim teve a oportunidade de ver e reconhecer seu erro [...]. Aquele que não faz acepção de pessoas levará em consideração a oferta feita com fé e obediência (Signs of the Times, 16 de dezembro de 1886).

-> Texto: Ellen G. White, do devocional 2013 “Perto do Céu”, da Casa Publicadora Brasileira.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...