Avenida Dourada

Porém Deus prometeu, e nós estamos esperando um novo céu e uma nova terra. 2 Pedro 3:13 

Ela é considerada a rua mais bonita do planeta. Morar lá, num cubículo de dois pequenos quartinhos, custa o aluguel de 1,5 milhão de dólares por ano. Seus quase dois quilômetros de extensão atraem admiradores do mundo inteiro. Afinal, quem não gostaria de passear pela avenida mais charmosa da Europa? 

Traduzida por “Avenida Campos Elíseos”, a conhecidíssima Champs-Élysées é o percurso mais badalado de Paris, capital da França. A larga avenida, cheia de lojas das grifes mais caras do planeta, é digna de admiração. Mas se você quiser comer por lá, e não desejar pagar numa refeição o equivalente a dez jantares, terá que se contentar com um lanche numa conhecida rede de fast-food, que fica numa esquina. No entanto, vale a pena o passeio. 

A “Champs”, como é chamada popularmente, une dois locais famosíssimos de Paris: vai do Obelisco de Luxor, em frente ao Museu do Louvre, ao Arco do Triunfo, que homenageia as guerras heroicas de Napoleão. Durante o Natal, milhões de euros são gastos para decorar cada árvore da calçada com lâmpadas de LED. 

Quando estive lá, numa virada de ano, não escondi meu fascínio ao vislumbrar tanta beleza. No entanto, olhando mais detalhadamente, também encontrei mendigos, beberrões, uma senhora correndo em vão atrás de um trombadinha, motoristas mal-educados jogando seus carros sobre os pedestres e muita gente mal-humorada buscando seus próprios interesses. Jamais a Terra nos dará o que só o Céu pode proporcionar! 

Portanto, não se iluda: as únicas e verdadeiras “ruas dos sonhos” serão aquelas que interligarão as mansões celestiais. Jesus prometeu ouro no lugar de cimento e joias preciosas em vez de paredes. Não consigo imaginar direito algo assim, mas acredito que será digno de transformar a Champs francesa numa ruazinha de chão batido. 

Tudo o que fizermos neste dia precisa contar com a companhia de Cristo. Um dia, machucado e carregando uma pesada cruz sobre os ombros, Ele percorreu uma rua simples em Jerusalém. Mas as gotas de sangue salpicadas por aquele caminho foram nosso passaporte para a Nova Jerusalém. Vamos viver hoje pensando nisso? 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...