Um duplo sistema de Lei

Aquele que não conheceu pecado, Ele o fez pecado por nós; para que, nEle, fôssemos feitos justiça de Deus. 2 Coríntios 5:21 

O fato de o santo casal ter desprezado a proibição de Deus em um particular, transgredindo assim Sua lei, e como resultado ter sofrido as consequências da queda, deve impressionar a todos com a percepção correta do caráter sagrado da divina. [...]

O povo de Deus, a quem Ele chama Seu peculiar tesouro, fora privilegiado com um duplo sistema de lei: a moral e a cerimonial. A primeira aponta para a criação, a fim de lembrar que foi o Deus vivo que fez o mundo, cujos reclamos recaem sobre todos os seres humanos em todas as
dispensações, e existirão por toda a eternidade. A segunda foi dada por causa da transgressão da lei moral por parte do ser humano. A obediência exigida por ela consistia em sacrifícios e ofertas que apontavam para a futura redenção. [...] 

O amor de Deus para com a humanidade, que Ele criou à Sua própria imagem, levou-O a entregar Seu Filho para morrer pela transgressão humana. Para que o aumento do pecado não fizesse com que o ser humano se esquecesse de Deus e da redenção prometida, estabeleceu-se o sistema de ofertas sacrificais a fim de tipificar a oferta perfeita do Filho de Deus. [...]

Cristo Se fez pecado em favor da humanidade caída, tomando sobre Si a condenação que recaía sobre o pecador pela sua transgressão da lei de Deus. Cristo Se colocou à frente da família humana como seu representante. Tomou sobre Si os pecados do mundo. Em semelhança de carne pecaminosa, condenou o pecado na carne. [...]
 

A lei de Jeová, estabelecida na criação, foi resumida em dois grandes princípios: “Amarás, pois, o Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, de toda a tua alma, de todo o teu entendimento e de toda a tua força. O segundo é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo. Não há outro mandamento maior do que estes” (Mc 12:30, 31). [...]

Qual é a vontade do Pai? “Que guardemos os Seus mandamentos” (1Jo 5:3). [...]

A morte de Jesus Cristo pela redenção da humanidade ergue o véu e reflete uma torrente de luz centenas de anos no passado, sobre toda a instituição do sistema religioso judaico. Sem a morte de Cristo, todo esse sistema seria irrelevante 
(Review and Herald, 6 de maio de 1875).


-> Texto: Ellen G. White, do devocional 2013 “Perto do Céu”, da Casa Publicadora Brasileira.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...