A Igreja e os Monstros

Eu digo isso para que [...] vocês tenham paz. João 16:33 


Na Bélgica, existe um ponto turístico visitado por muitos viajantes. Fica na cidade de Ostend e pode ser avistado de longe. Afinal, tem a altura de um prédio de 30 andares e desperta a curiosidade incômoda de quem observa com mais cuidado. 

Lá está a Catedral de São Pedro e São Paulo, bem na praça central, que foi construída em 1899 e quase foi destruída na Segunda Guerra Mundial. Sua arquitetura de estilo gótico atrai olhares por causa das torres pontiagudas e incontáveis detalhes em todas as suas arestas. A coloração clara das pedras, contrastada pelo azulão do céu, também a torna mais admirável.

Porém, o mais intrigante – e assustador – é observá-la detalhadamente até identificar as estátuas esculpidas nas quinas laterais das torres e paredes mais altas. Ali estão várias figuras tenebrosas de dragões, monstros e seres macabros. As bocas estão abertas como se tentassem expelir fogo ou veneno. Os olhos arregalados são, muitas vezes, emoldurados por chifres horripilantes. Os pescoços estirados e compridos tornam tudo ainda mais agressivo. Mesmo eles sendo de pedra, parecem querer perseguir você!

Sabe o que são essas estátuas? São as gárgulas, esculturas estranhas presentes em catedrais espalhadas pelo mundo. Em Paris, Washington, Roma, Budapeste e muitas outras cidades, se a igreja matriz é no estilo gótico, pode olhar direito, pois os monstros de pedra estarão lá! E por que isso? Naquela época, a religião e o medo se misturavam muito. Alguns acreditavam que aqueles seres animalescos eram os guardiões das catedrais.

Não beira o ridículo? Por que Deus precisaria de seres disformes para proteger a Sua própria casa? Hoje não se pensa mais assim, mas ainda tem muita gente confundindo adoração com assombração. Ninguém deveria temer o Senhor mais do que admirá-Lo pelo Seu perdão e graça. Afinal, como ter medo de quem morreu por nos amar tanto a fim de nos salvar para sempre?

Neste sábado, fuja das "gárgulas" que tentam espantar a verdadeira adoração. Não existe motivo para se preocupar com o inferno se você vive pensando nas belezas do Céu. Estar com Cristo é estar de bem com a eternidade! Além disso, você poderá ajudar outros a entender que ser cristão inclui viver em paz. E sem temer.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...