Eu e Você!












Quando trabalhei como locutor na Rádio Novo Tempo (99,9 FM) do Rio Grande do Sul (1993-1996), recebia frequentemente textos de um ouvinte especial. 
Quando trabalhei como locutor na Rádio Novo Tempo (99,9 FM) do Rio Grande do Sul (1993-1996), recebia frequentemente textos de um ouvinte especial.

Um dia fui visitá-lo em sua casa, em Novo Hamburgo. Floriano Henrique estava na cama. Tetraplégico. Havia sofrido um acidente sério anos antes e ficara assim. Com extrema dificuldade escrevia (datilografava!!!) seus textos. Aquelas poucas horas que passei com ele foram inspiradoras. Como sempre acontece com aqueles que são transformados por Jesus, Floriano exalava o perfume da fé e da confiança de que todas as coisas realmente contribuem para o bem dos que amam a Deus. Saí confortado daquela casa. Eu que pensara ser uma bênção naquela visita fui o abençoado. 


Depois mudei para Santa Catarina, depois Rio de Janeiro e agora estou em São Paulo. Os anos passaram e perdi o contato com Floriano. Um dos textos escritos pelo Floriano é este: Eu e você!

SENHOR!! Olhando para dentro de mim, contemplei e vi, quão vil e pequeno sou. Contudo, olhando para Ti, contemplei e vi, quão bom És, oh, quão grande eu sou!!
Eu, pó. Você, Espírito e verdade!
Eu, mortal. Você, pai da Eternidade!
Eu, nas teias do ódio. Você, os braços do Amor!
Eu, o injusto. Você, a própria Justiça!
Eu, impotente. Você, o Todo-Poderoso!
Eu, simples criatura. Você, o Criador!
Eu, frágil. Você a Força!
Eu, pobre, Você, a riqueza!
Eu, atribulado, conflitante. Você, a Paz!
Eu, sem rumo. Você, o Caminho!
Eu, vazio. Você a Plenitude!
Eu, a dúvida. Você, o Autor da fé!
Eu, a sede. Você, a Água Viva!
Eu, a fome. Você, o Pão da vida!
Eu, a indagação. Você a resposta!
Eu, o problema. Você, a solução!
Eu, o espinho da coroa. Você a Rosa de
Saron, Lírio dos Vales!
Eu, inconstante, infiel. Você, Rocha Fiel!
Eu, impuro. Você, a Pureza!
Eu, a tristeza, amargura. Você, a Alegria, Doçura!
Eu, os braços cruzados. Você, os Braços abertos!
Eu, o punho fechado, agressivo. Você, a Mão Estendida!
Eu, o culpado. Você, o Inocente.
Eu, o chicote. Você, a Vítima!
Eu, a dor, o enfermo. Você, o Bálsamo, a Cura!
Eu, o que perece. Você o que vivifica!
Eu, o orgulho feroz. Você, a Humildade, Mansidão!
Eu, desesperançado. Você, a própria Esperança!
Eu, a ruína. Você, o que edifica!
Eu, o pródigo. Você, o Pai que perdoa!
Eu, o que dispersa. Você, o que Congrega, Une!
Eu, oh Senhor, ovelha rebelde. Você o Pastor que ama, apascenta!
Eu, trevas! Você, a Luz!!
Eu, homem. Você, JESUS, JESUS, JESUS!!!



-> Texto:
Amilton Menezes
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...