O Amor se Sacrifica

Ninguém tem maior amor do que este: de dar alguém a própria vida em favor dos seus amigos. João 15:13

Era a hora da refeição em Auschwitz. Os homens fizeram fila para receber sua magra porção de pão e mingau. Sabiam que precisariam de toda energia possível para carregar pedras naquele dia.

Max
Kolbe estava na fila com os demais. Ele também teria que transportar pedras naquele dia. Mas, quando chegou sua vez, Max saiu da fila em silêncio e fez sinal para que os outros ficassem com sua porção.


Depois que isso aconteceu várias vezes, alguém perguntou:

– Max, por que está fazendo isso? Por que deixa que outras pessoas recebam sua cota de alimento?

– Cada pessoa tem seu propósito na vida – respondeu Max. – Vocês desejam retornar para suas famílias. Meu objetivo é dar a vida por outros.

Os prisioneiros balançavam a cabeça, sem acreditar. “Teria isso algo a ver com a religião dele?” perguntavam-se. Ele era cristão, conforme sabiam, porque tinha sido assinalado para receber tratamento “especial” devido ao seu testemunho. Mais de uma vez tinha sido espancado sem motivo, quando os guardas procuravam fazer com que ele negasse sua fé.

Algumas semanas mais tarde, no dia 30 de julho de 1941, cinco homens estavam faltando na hora da chamada. O regulamento era de que para cada homem que fugisse, dois teriam que morrer. O comandante anunciou os dez nomes, sendo o último deles o de 
Francizek Gajowniczek.

– Ai, meu Deus! – clamou 
Francizek. – Nunca mais verei minha esposa e meus filhos!

Seus companheiros de campo de concentração ficaram em estupefato silêncio, com exceção de um. O prisioneiro 16.670, Max 
Kolbe, apresentou-se perante o comandante.

– Por favor, senhor, posso tomar o lugar dele? Não tenho esposa nem filhos.

Os homens seguraram a respiração para ouvir o que o comandante responderia. Pareceu que por um momento ele perdera a voz. Ficou simplesmente parado, olhando para Max. Por fim, recompondo-se, disse a 
Francizek:

– Volte para o barracão.

Sem mais uma palavra, Max tomou seu lugar atrás do nono prisioneiro e dirigiu-se para uma cela do bloco nº 13, onde enfrentaria a morte por inanição. Dentro de alguns instantes, cânticos de louvor a Deus ecoaram pelo campo, de dentro da cela de Max.

Sendo Amigos

A lealdade inclui a 
ideia de sacrificar-se por um amigo. Procure oportunidades de revelar um amor abnegado por alguém hoje.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...