Estrangeiro na Califórnia


Porque tive fome, e Me destes de comer; tive sede, e Me destes de beber; era forasteiro, e Me hospedastes. Mateus 25:35

Trankhi Trieuong era estrangeiro em terra estranha. Sem pernas (haviam sido mutiladas quando ele tentou escapar de um campo de prisioneiros no Vietnã), Trankhi tinha poucas esperanças de sair do campo de refugiados na Tailândia. Quem se responsabilizaria por um homem que não podia andar?

A resposta foi Nguyen Bao, pastor de uma igreja vietnamita na Califórnia. “Não me interessa saber quantas pernas ele tem”, disse Bao. “Se ele precisa de ajuda, vamos ajudá-lo.”


Quando Trankhi chegou ao aeroporto de Los Angeles, voluntários da igreja de Bao receberam-no com uma cadeira de rodas. Seus novos amigos encontraram um lugar onde ele poderia viver. Ajudaram-no a conseguir um cartão do seguro social e lhe ensinaram inglês. Hoje Trankhi dirige um carro e trabalha em expediente completo.

“Sou agradecido a essas pessoas que receberam um estrangeiro”, diz Trankhi. “Falaram-me acerca do amor de Deus, mas eu já havia visto o amor de Deus em ação através do cuidado deles para comigo.”

Trankhi é um entre as centenas de refugiados atendidos pelo pastor Bao e sua congregação. “Nunca recusaremos ninguém”, diz Bao, “mesmo que o número chegue a milhares, porque esse é o espírito de Cristo.”

Quando interrogado acerca de sua motivação para o trabalho entre os refugiados, Bao explica: “Eu também fui refugiado. Escapei num navio com meu filho de cinco anos de idade. Duzentas mil pessoas morreram no mar, mas eu sobrevivi. Para quê? Para Jesus. Hoje vivemos para Jesus Cristo e para nosso semelhante.”

Ellen White escreveu: “Nossa obra neste mundo é viver para o bem de outros, para abençoá-los, para ser hospitaleiros; e com frequência, não é senão à custa de algum incômodo que podemos hospedar aqueles que em verdade necessitam de nossos cuidados” (Serviço Cristão, p. 191).

Se Jesus viesse como um estrangeiro para sua cidade, você não ficaria feliz em convidá-Lo para sua casa e partilhar com Ele o que tivesse? Não deveríamos ter a mesma disposição de hospedar estrangeiros que fugiram da guerra e da perseguição e vieram para o nosso país?


Escolhendo Amigos

Há milhares de refugiados que precisam de um amigo. Você poderia decidir ser esse amigo. 


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...