A ORAÇÃO DOS RETOS


O sacrifício dos perversos é abominável ao Senhor, mas a oração dos retos é o Seu contentamento. Prov. 15:8.

Certa ocasião, fui procurado por um homem que tinha aplicado meio milhão de dólares num negócio de “fácil rentabilidade”. No começo, tudo marchava bem. Recebeu o dinheiro de volta e o reaplicou por três vezes. No espaço de um ano tinha praticamente duplicado seu capital. Então, vendeu tudo o que tinha e colocou-o no aparente investimento. As coisas, desta vez, não deram certo e ele perdeu praticamente tudo.

Procurou-me com uma proposta. “Se o senhor orar e Deus permitir que eu recupere o dinheiro, darei cem mil dólares como oferta.”


Esse homem não era cristão. Não seguia os princípios bíblicos. Deixou-se arrastar pelo interesse do “ganho fácil”. Deu tudo errado e agora voltava os olhos para Deus, querendo fazer uma troca de favores com Ele.

O provérbio de hoje descreve esse tipo de pessoas. Qualquer sacrifício que provém de um coração independente, rebelde e que segue suas próprias regras é considerado abominável ao Senhor. Não basta o que você sacrifica, por mais que aos olhos dos homens tenha um valor inestimável. O que realmente importa é a motivação. Por que sacrifica o que sacrifica?

“A oração dos retos é o seu conhecimento”, afirma a segunda sentença do provérbio de hoje. Sabe o que Deus está dizendo? Que embora a oração seja geralmente expressa com palavras, a vontade humana de conhecer a Deus é considerada por Ele como uma oração sincera.

Deus nunca deixa de responder à atitude do coração sincero, mesmo que não tenha ainda saído uma palavra da boca. O sacrifício é algo exterior. A vontade de conhecer a Deus e seguir os Seus conselhos é interior. O primeiro é visto pelos homens, a segunda é ouvida e atendida por Deus.

Procure a Deus. Nas horas mais escuras e tenebrosas, busque o conselho sábio do Senhor. Ore. Toda pessoa sábia ora pelo menos quinze minutos diários, a menos que esteja muito ocupada. Se este for o caso, precisa orar o dobro.

Não existe pessoa derrotada em Cristo. Seja sincero no seu relacionamento com Ele e honesto na sua adoração, porque: “O sacrifício dos perversos é abominável ao Senhor, mas a oração dos retos é o Seu contentamento.” 


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...