Uma igreja viva


Deixando os ídolos, vos convertestes a Deus, para servirdes o Deus vivo e verdadeiro e para aguardardes dos Céus o Seu Filho. 1 Tessalonicenses 1:9, 10

Uma igreja viva é uma igreja que trabalha. O cristianismo prático desenvolverá obreiros fervorosos para o avanço da causa da verdade. [...] Almejamos ver o verdadeiro caráter cristão manifestado na igreja. Nosso desejo é ver os membros livres do espírito frívolo e irreverente, e desejamos ardentemente que possam reconhecer sua alta vocação em Cristo Jesus. Alguns que professam a Cristo estão se empenhando ao máximo para assim viver e agir, a fim de que sua fé religiosa possa recomendá-los a pessoas de valor moral, e elas possam ser induzidas a aceitar a verdade. Entretanto, muitos há que não sentem responsabilidade alguma até mesmo em manter o próprio coração no amor de Deus, e há aqueles que, em vez de abençoar outros por sua influência, são um fardo para quem quer trabalhar, vigiar e orar. [...]

Os que estão buscando em humildade de espírito exaltar a verdade de Cristo por sua conduta exemplar são representados na Palavra de Deus como ouro puro, enquanto a classe cujo estudo e principal pensamento consiste em se exaltar, são “como o metal que soa ou como o sino que
tine”. [...]

Rogamos àqueles que têm ligação com Deus que orem fervorosamente e que não parem aí, mas trabalhem pela purificação da igreja tanto quanto oram por isso. O tempo presente chama homens e mulheres que tenham firmeza moral e de propósito; homens e mulheres que não sejam moldados ou subjugados por quaisquer influências não santificadas. [...]

Pessoa alguma pode ser bem-sucedida no serviço de Deus, a menos que nele ponha inteiramente o coração e considere todas as coisas por perda pela excelência do conhecimento de Cristo. Ninguém que faça qualquer reserva pode ser discípulo de Cristo, e muito menos Seu colaborador. A consagração deve ser completa. [...]

Jesus foi preparar mansões para aqueles que estão vigiando e esperando o aparecimento
dEle. Lá se encontrarão com os puros anjos, com a hoste de redimidos e unirão seus cânticos de louvor e triunfo. Lá, o amor do Salvador circundará Seu povo e a cidade de Deus irradiará a luz de Seu semblante – uma cidade cujos muros, altos e grandes, são adornados com toda sorte de pedras preciosas; os portões são de pérolas e as ruas, de ouro puro, transparentes como cristal (Review and Herald, 3 de junho de 1880).


-> Texto: Ellen G. White, do devocional 2013 “Perto do Céu”, da Casa Publicadora Brasileira

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...