O Dono do Universo


O mundo é Meu, e tudo o que nele existe. Salmos 50:12

O fim de todas as coisas está às portas, e o que tiver que ser feito pela salvação de pessoas deve ser feito rapidamente. É por essa razão que estamos fundando instituições para a disseminação da verdade por meio da página impressa, para a educação dos jovens e recuperação dos doentes. No entanto, o egoísta e amante do dinheiro pergunta: “Qual é a utilidade de tudo isso, quando o tempo é tão curto? Não é uma contradição, no que diz respeito à nossa fé, gastar tanto em casas publicadoras, escolas e instituições de saúde?” Perguntamos em resposta: Se o tempo deve durar uns poucos anos mais, por que investir tanto em casas e terras, ou em desnecessárias e extravagantes ostentações, enquanto uma tão escassa quantia é dedicada à obra de preparação para o grande acontecimento que está diante de nós? [...]

É necessário que as casas publicadoras sejam mantidas e a mensagem da verdade seja proclamada a todas as nações da Terra.

As escolas foram estabelecidas para que nossos jovens e crianças possam receber educação e disciplina necessárias. [...] Nessas escolas, a Bíblia deve ser o principal objeto de estudo. Deve-se dar atenção tanto ao desenvolvimento das forças morais quanto intelectuais. Esperamos que nessas escolas possam ser preparados muitos obreiros fiéis que levarão a luz da verdade
àqueles que jazem nas trevas.

Nas instituições de saúde, oferecemos um lugar em que o doente pode desfrutar dos benefícios dos agentes medicinais dos remédios da natureza, em lugar de viver dependente das drogas mortais. E muitos que encontrarem alívio dessa forma estarão de coração aberto para se render à influência da verdade. [...]

A riqueza é uma grande bênção quando utilizada de acordo com a vontade de Deus. Entretanto, o coração orgulhoso pode tornar a posse de riquezas uma pesada maldição. [...] Os que obtêm a maior alegria nesta vida são aqueles que fazem uso da generosidade divina, e dela não fazem mau uso. [...]

Deus é o legítimo dono do Universo. Todas as coisas pertencem a Ele. Cada bênção que o ser humano desfruta é o resultado da divina beneficência. [...] Ele justamente ordena que Lhe consagremos o primeiro e o melhor do capital que a Ele pertence e que a nós foi confiado. Se, portanto, reconhecermos Sua devida posição de soberania e bondosa providência, Ele empenhará Sua palavra de que certamente abençoará o restante 
(Review and Herald, 16 de maio de 1882).

-> Texto: Ellen G. White, do devocional 2013 “Perto do Céu”, da 
Casa Publicadora Brasileira

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...