O Farol

Que homem é este que manda até no vento e nas ondas?! Mateus 8:27

Desde pequeno, eu me fascino vendo um farol. Encravado em uma rocha alta, ali está o guardião noturno das embarcações, varrendo os horizontes escuros com seu olhar iluminado. Certa vez, subi para ver a lâmpada de um farol e me assustei com a complexa estrutura de espelhos que ampliam a luz relativamente pequena. Porém, mesmo a luz sendo pequena, é enorme a importância desse ponto brilhante visto à distância pelos navios.

Na Bahia, está o primeiro e mais antigo farol da América do Sul. Quem viaja a Salvador tem parada obrigatória no Forte de Santo Antônio, com direito à vista cinematográfica da Baía de Todos os Santos. Tudo começou em 1698. Depois de vários naufrágios na escuridão, os exploradores iluminaram o mar com a construção do Vigia da Barra, cuja lâmpada, na época, era alimentada por óleo de baleia.


Sua luz era vista a 33 km de distância. Um ano após a inauguração, em 1699, um navio inglês registrou o sentimento de esperança no diário de bordo: “A entrada da Baía de Todos os Santos é defendida pelo imponente Forte de Santo Antônio, cujos lampiões acesos e suspensos para orientação dos navios, vimos de noite.” Sem dúvida, quem conhece o perigo de sucumbir sob as águas também sabe da importância de avistar um farol em meio aos perigos noturnos do mar.

Jesus é como um farol em nossa vida. Ele está sempre pronto a banhar de luz as partes escuras do seu dia. Com Cristo, não iremos naufragar! Nada que assuste você, assusta o Salvador. Seu navio pode balançar um pouco, mas Aquele que venceu o reino das trevas nunca deixará de iluminar sua vida.

Alinhe seu leme com a vontade de Deus e acione a potência máxima. Você pode enfrentar momentos de escuridão e medo. Mas a luz divina oferece o que você precisa para chegar seguro ao porto.

Não se desespere! Se tudo parece difícil, não salte do barco. Olhe confiantemente para o vigia dos Céus. Ele estará lá, aceso e iluminando cada remada sua.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...