Templo de Deus

O templo de Deus, que sois vós, é santo. 1 Coríntios 3:17

A igreja na Terra é o templo de Deus e deve assumir perante o mundo proporções divinas. Esse edifício deve ser a luz do mundo. Deve ser composto de pedras vivas, estreitamente justapostas, uma pedra encaixando-se na outra, perfazendo um edifício sólido. Nem todas essas pedras são de feitio ou dimensões iguais. Algumas são grandes, outras pequenas, mas cada qual tem seu lugar a preencher. Em todo o edifício, não deve haver uma só pedra malformada. Cada qual é perfeita. E cada pedra é uma pedra viva, que emite luz. O valor das pedras é determinado pela luz que refletem ao mundo.

Agora é o tempo de serem as pedras tiradas da pedreira do mundo e levadas para a oficina de Deus, para serem talhadas, ajustadas e polidas, a fim de que possam brilhar. Esse é o plano de Deus, e Ele deseja que todos os que professam crer na verdade preencham seu respectivo lugar na grande obra para este tempo. [...]

É desígnio de Deus que Sua igreja avance sempre em pureza e conhecimento, de luz em luz, de glória em glória. [...] Sua igreja é a corte de vida santa, cheia de variados dons, e dotada do Espírito Santo. São designados pelo Céu deveres adequados a cada membro da igreja na Terra, e todos devem buscar sua felicidade na felicidade daqueles a quem ajudam e beneficiam.

Através dos séculos de trevas morais, de contenda e perseguição, a igreja de Deus tem sido como uma cidade edificada sobre um monte. De século em século, por sucessivas gerações até ao tempo presente, as puras doutrinas da Bíblia têm se revelado por meio dela. A igreja de Deus, enfraquecida e defeituosa como aparenta ser, é na Terra o único objeto a que Ele consagra em sentido especial Seu amor e atenção. A igreja é o cenário de Sua graça, no qual Ele Se deleita em realizar experiências de misericórdia em corações humanos.

A igreja é a fortaleza de Deus, Sua cidade de refúgio, a qual Ele mantém em um mundo revoltado. Qualquer traição a seu sagrado depósito é traição Àquele que a comprou com o precioso sangue de Seu Filho unigênito. Pessoas fiéis constituíram desde o princípio a igreja de Deus sobre a Terra. Ele pôs essas testemunhas, através do concerto, em contato com Ele mesmo, unindo a igreja da Terra à do Céu. Enviou Seus anjos para cuidar de Sua igreja, e as portas do inferno não puderam prevalecer contra Seu povo
(Review and Herald, 4 de dezembro de 1900).

-> Texto: Ellen G. White, do devocional 2013 “Perto do Céu”, da Casa Publicadora Brasileira.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...