A Graça da Cura


Deus disse: “Se vocês ouvirem, ouvirem obedientemente às instruções de Deus para vocês viverem em Sua presença, obedecendo aos Seus mandamentos e guardando todas as Suas leis, então, não trarei sobre vocês todas as doenças que Eu trouxe sobre os egípcios, Eu sou o Deus que os cura”. Êxodo 15:26


Deus deseja que tenhamos plenitude de vida, saúde física, mental e espiritual. Tem sido um grande erro da igreja ao longo dos séculos se concentrar apenas na vida interior e negligenciar a física. De fato, nos primeiros séculos, ideias enraizadas na filosofia grega dominaram o cristianismo, ideias que denegriam o corpo. Dessa aberração se desenvolveu o ideal monástico, o celibato e a mortificação do corpo. Que diferença do relato da criação em Gênesis, em que o próprio Deus é o Criador do corpo humano!

Quando o Filho de Deus desceu à Terra para nos revelar como Deus é e para restaurar tudo o que se perdeu com o pecado, Ele dedicou boa parte de Seu tempo ao ministério da cura, trazendo vista ao cegos, audição aos surdos, fala aos mudos, movimento aos paralíticos e mente saudável aos mentalmente aflitos.

A graça fluía de Jesus, a graça da cura! Pense na vida de uma comunidade em que a dor tenha desaparecido, em que não haja sofrimento ou ansiedade – nem mesmo funerais! Jesus acabou com todos os funerais em que esteve. A morte fugia de Sua presença, pois Ele era o próprio Doador da vida.

Na verdade, podemos afirmar que o ministério inteiro de Jesus envolveu a cura. Ele tornava as pessoas sãs, a respeito de seu problema. É interessante notar que a mesma palavra grega,
sozo, é utilizada tanto para expressar o ato de salvar quanto o de curar o físico. Por exemplo, quando Jairo enviou a mensagem implorando que Jesus fosse até a casa dele para curar a filha enferma (Mc 5:23), a palavra para curar utilizada é sozo, idêntica à palavra encontrada na passagem: “Pois o Filho do homem veio buscar e salvar o que estava perdido” (Lc 19:10).

“Eu sou o Deus que os cura”, Deus afirmou aos israelitas. Ele ainda é. Nem o médico mais habilidoso é capaz de nos curar. Ele é apenas um agente ou ministro da cura que apenas Deus pode efetuar.

Jesus passou Seus dias restaurando pessoas arruinadas pelo pecado. Ele ainda restaura pessoas assim. Sua graça pode transformar dias escuros em cânticos de esperança e nova vida. Nós que professamos seguir Jesus devemos hoje também ser agentes de cura. Estejamos ou não envolvidos no ministério médico, nossa missão é ajudar pessoas enfermas a encontrar cura.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...