Senhora perdida


Por acaso não é verdade que dois passarinhos são vendidos por algumas moedinhas? Porém nenhum deles cai no chão se o Pai de vocês não deixar que isso aconteça. Quanto a vocês, até os fios dos seus cabelos estão todos contados. Portanto, não tenham medo, pois vocês valem mais do que muitos passarinhos. Mateus 10:29-31

Os primeiros sinais das cores de outono e da
luz solar cintilavam através das árvores enquanto nos dirigíamos ao carro. A conversa da hora do almoço havia sido costumeira, mas agora meus pensamentos se concentravam no que fazer primeiro quando eu voltasse para o escritório.

Abrindo a porta do carro, senti olhares voltados para mim. Não ouvi som, apenas a sensação de que alguém estava por ali. Virei-me e ali vinha ela caminhando, com os ombros encurvados, aproximando-se de modo ao mesmo tempo hesitante e intencional. Meus ouvidos começaram a ouvir as palavras: “Meu marido foi embora... perdi o emprego...” Ah, minha nossa, já ouvi essas palavras antes!



Meu primeiro impulso foi ignorá-la, sair, como já havia feito muitas vezes. Olhei para ela de novo, seu rosto angustiado, a voz tão fraquinha contra o estacionamento enorme e vazio. Ela parecia muito solitária.

Ainda falava quando me aproximei dela. Pareceu embaraçada, ansiosa por me ver chegando, mas tentando evitar minha aproximação. Antes que eu pudesse pôr minha dádiva simbólica em suas mãos, as palavras jorraram: “Estou com tanta fome... estou com tanta fome”, e ela começou a chorar, as lágrimas correndo sobre faces mais ou menos lavadas.

Seu corpo se agitava, com emoção. Perguntei-lhe o nome e disse que oraria em seu favor. Ela me agradeceu repetidas vezes e depois disse novamente: “Estou com muita fome.” Abracei-a e depois vi quando ela entrou na lanchonete do outro lado do estacionamento. Ela se fora.

Desejei ter podido partilhar com ela o que Jesus disse no verso bíblico de hoje: “Vocês valem muito mais do que muitos passarinhos.” Que promessa!

Jesus deu essas promessas para pessoas como aquela mulher; e são também ordens para nós: “Eu afirmo a vocês que isto é verdade: todas as vezes que vocês deixaram de ajudar uma destas pessoas mais humildes, foi a Mim que deixaram de ajudar” (Mateus 25:45, NTLH). Que Deus me abra sempre os olhos, ouvidos e braços para os famintos, feridos e perdidos que Ele colocar no meu caminho. 

(Debra Clements Brill inMeditação da Mulher)
____________________

Esta meditação me fez lembrar destes versículos: 

"Porque tive fome, e destes-me de comer; tive sede, e destes-me de beber; era estrangeiro, e hospedastes-me;" 

"E, respondendo o Rei, lhes dirá: Em verdade vos digo que quando o fizestes a um destes meus pequeninos irmãos, a mim o fizestes" (Mateus 25:35 e 40)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...