PROVAÇÕES

O crisol prova a prata, e o forno, o ouro; mas aos corações prova o Senhor. Prov. 17:3.



Heleninha descansou”, a voz da minha esposa anunciando a notícia estava cheia de pesar. Eu conhecia bem a Heleninha. Uma das últimas vezes que me acompanhara em público foi no Estádio Beira Rio, em Porto Alegre, onde cantou para mais de quarenta mil pessoas. Cantava com o coração e com a vida, mais do que com a voz, embora tivesse uma voz muito bonita.

Conversei pela primeira vez com ela quando acabara de perder o esposo num trágico acidente, no mar. A família reunida, feliz, passava um dia na praia quando o esposo caiu de uma rocha. Foi levado por uma onda e ninguém pôde fazer nada para salvá-lo.

Tinham três filhos lindos. Heleninha depositou toda sua confiança em Deus e encarou o desafio de ser pai e mãe para os seus meninos. Pouco tempo depois, foi surpreendida por outra notícia triste. Os médicos lhe diagnosticaram câncer.

“Só quero ver os meus filhos crescerem”, me disse um dia, atrás do palco, enquanto nos preparávamos para apresentar a mensagem de Deus a uma multidão reunida no Palácio de Cristal, em Curitiba.

Três vezes esteve à beira da morte nos longos anos em que lutou heroicamente contra a adversidade. Mãe extraordinária, mulher de Deus, aguerrida, destemida, nunca deixou que o desânimo tomasse conta de seu coração. Sempre tinha uma palavra de ânimo para as pessoas. Cantou em meio à dor física. A última vez que me acompanhou, a vi sentada, cansada, mas disposta a entrar no palco. As últimas palavras que disse naquele dia me emocionaram: “Foi na dor e nas provações que o Senhor me fez crescer.”

Hoje, chegou ao fim sua provação. Descansou em Jesus. Fechou os olhos na bendita esperança de ver Jesus voltando e de cantar um cântico novo.

Esta é a mensagem de hoje. “O crisol prova a prata, e o forno, o ouro”; mas as provações da vida chegam para aperfeiçoar o caráter. Ninguém que conheceu Heleninha de perto jamais ouviu uma palavra de queixa. Viveu agradecida a Deus em meio à dor. Lutou, esperou e dedicou a voz a cantar louvores a Jesus até o último momento de sua vida.

Inspire-se no testemunho dessa mulher, e lembre-se: “O crisol prova a prata, e o forno, o ouro; mas aos corações prova o Senhor.” Prov. 17:3.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...