Crescendo em graça


Tu, pois, filho Meu, fortifica-te na graça que está em Cristo Jesus. 2 Timóteo 2:1
A busca do reino de Deus e Sua justiça deve ser o objetivo e o alvo de nossa vida. Não é brincadeira de criança cumprir esse mandado; porém, apesar de qualquer renúncia que seja necessária, ainda assim é de nosso interesse, para esta vida e para a vida futura, obedecer a essa instrução. Devemos ter em vista unicamente a glória de Deus, crescendo assim em graça e no conhecimento de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo. Quanto mais empenhada e sinceramente buscarmos a sabedoria divina, tanto mais firmemente seremos estabelecidos na verdade. [...]

Não devemos ser sempre crianças em nosso conhecimento e experiência nas coisas espirituais. Não nos devemos exprimir sempre na linguagem de quem acaba de receber a Cristo; mas nossas orações e exortações devem crescer em inteligência à medida que progredimos em experiência na verdade. A linguagem de uma criança de seis anos em uma de dez anos de idade não nos agradaria, e quão penoso seria ouvir expressões de inteligência infantil em uma pessoa chegada aos anos da maturidade! [...]

O jovem que tem vários anos de experiência na vida cristã não deve ter a linguagem hesitante de um que é bebê em Cristo. Há um desejo de crescimento nos professos cristãos. Aqueles que não estão se desenvolvendo à plena estatura de homens e mulheres em Cristo Jesus manifestam isso em seu modo de falar das coisas do reino de Deus. [...]

Os testemunhos apresentados por muitos professos seguidores de Cristo são de pessoas que se tornaram fracas na vida espiritual. A linguagem da verdadeira, profunda e inteligente experiência espiritual é desejável. [...] Não devemos cultivar a linguagem da Terra e ser tão familiarizados com a conversação dos homens, que a linguagem de Canaã nos seja nova e estranha. [...]

Os cristãos precisam ser estudantes na escola de Cristo, sempre aprendendo mais do Céu, mais das palavras e da vontade de Deus; mais da verdade e da maneira de empregar fielmente o conhecimento adquirido por eles para instruir outros e levá-los a buscar primeiro o reino de Deus e a Sua justiça. Devemos obter conhecimento inteligente das Escrituras, pois, como poderemos conhecer a vontade de Deus e o caminho sem buscar os tesouros da Sua justiça em Sua Santa Palavra? Devemos conhecer a verdade por nós mesmos e entender tanto as profecias como os ensinamentos práticos de nosso Senhor 
(Youth’s Instructor, 28 de junho de 1894).


-> Texto: Ellen G. White, do devocional 2013 “Perto do Céu”, da Casa Publicadora Brasileira

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...