O Careca


Duas ursas saíram do mato e despedaçaram quarenta e dois deles. 2 Reis 2:24

Imagine escorregar numa prancha a uma altura de mais de 40 andares! A velocidade é tanta que mistura desafio, coragem, medo e muita adrenalina. Você grita, engole areia, levanta os braços e, finalmente, aterrissa estrondosamente num delicioso mergulho no oceano. Splash!

Até anos atrás, isso aconteceria no maior ponto turístico de Natal, no Rio Grande do Norte. O conhecidíssimo Morro do Careca é uma deslumbrante montanha de areia clarinha ladeada de vegetação nativa. Olhando de longe, parece que um imenso pedaço de plantas se derreteu, descendo até o mar e deixando uma enorme rampa de areia escorrendo naturalmente até as águas mornas da famosa Praia da Ponta Negra. O visual é maravilhoso, e os viajantes sempre param lá para apreciar essa obra-prima da natureza.


Pena que, há vários anos, a fim de preservar a duração dessa duna original coroada de verde tropical, proibiu-se que os turistas escorregassem areia abaixo com pranchas de madeira. Hoje, ninguém pode subir lá. Mas só o visual já vale o passeio.

Sabia que o nome desse morro me lembra uma importante lição da Bíblia? Certa vez, um grupo de rapazes irreverentes resolveu zombar covardemente de um senhor mais velho. Completamente cruéis e provocadores, eles gritavam ao profeta Eliseu: “Sobe calvo! Se manda daí, seu careca!” E continuaram essa terrível zombaria por um bom tempo. Com essas palavras, eles queriam dizer que a história segundo a qual Elias havia subido ao céu em um redemoinho era puro delírio de Eliseu.

O que eles não imaginavam era que zombar de um servo de Deus é como zombar do próprio Deus. A repreensão divina aconteceu inesperadamente. Duas ursas selvagens surgiram pelo caminho. O resultado foi trágico.

Esse relato é um importante alerta para quem gosta de zombar das pessoas. Nunca entre nessa! Dar apelidos, irritar com maus adjetivos e xingar alguém são atitudes inadmissíveis para um juvenil cristão. Jamais ceda à influencia do grupo quando o assunto for provocar o próximo. Isso é covardia pura e pode trazer trágicas consequências


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...