Nunca olhar para trás

Prossigo para o alvo, para o prêmio da soberana vocação de Deus. Filipenses 3:14

Eliseu imediatamente deixou tudo para começar seu ministério. Sua despedida não teve lamentos e amargas queixas. Fizeram em seu lar um banquete em comemoração à honra conferida a um membro da família.

E qual foi o primeiro trabalho de Eliseu? Foi ocupar-se com pequenas coisas e fazê-las com dedicação. Era assistente pessoal do profeta.

É dito dele que derramava água nas mãos de Elias, seu mestre.

Depois de ter estado Eliseu por algum tempo a serviço de Elias, foi chamado a tomar seu lugar na primeira posição. Ninguém, àquela época, devia ser maior do que ele, visto que havia trabalhado com Elias como aprendiz. Chegara o tempo em que seria removido o dirigente, e o que estava abaixo dele assumiria a liderança. Assim como Elias estava preparado para a trasladação, estava Eliseu pronto para tomar seu lugar como sucessor do profeta. [...]


Havia uma escola de profetas em Gilgal, e também em Betel e Jericó. Elias achou por bem visitar esses importantes lugares antes de se separar deles. Alegrou-se intimamente quando, pela direção de Deus, foi-lhe permitido ver as escolas dos profetas e o trabalho que nelas estava sendo realizado – uma educação que iria manter as maravilhosas obras de Deus continuamente perante os alunos, que engrandecia e honrava a lei de Deus [...]

Em cada lugar em que Eliseu passou com Elias, foi-lhe dada a oportunidade de se afastar dele. “Fica-te aqui” (2Rs 2:2), disse Elias. Portanto, a fé de Eliseu foi provada em todos os pontos. Ao lavrar o campo, havia Eliseu aprendido a lição de não permitir o desânimo. Agora colocava ele sua mão no arado em outra linha de trabalho e não fracassaria nem desanimaria. Toda vez que lhe vinha o convite para retroceder, declarava ele: “Tão certo como vive o Senhor e vive a tua alma, não te deixarei” (2Rs 2:6). [...]

Desde então, Eliseu ficou no lugar de Elias. […] A melhor habilitação que alguém pode ter ao assumir um cargo de confiança é obedecer sem reservas à Palavra do Senhor. [...] Eliseu havia colocado a mão no arado e não mais olharia para trás, revelando determinação e firme confiança em Deus.

Essa é uma lição que devemos estudar cuidadosamente. Em nenhum caso, devemos nos afastar de nossa lealdade. [...] A Palavra de Deus deve ser nossa conselheira. Somente aqueles que prestam perfeita e completa obediência a Deus é que Ele escolherá para Si (Youth’s Instructor, 28 de abril de 1898).

-> Texto: Ellen G. White, do devocional 2013 “Perto do Céu”, da Casa Publicadora Brasileira.  
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...