A promessa do Espírito

Quanto mais dará o Pai celestial o Espírito Santo àqueles que Lho pedirem? Lucas 11:13 

A promessa do Espírito Santo foi a mais brilhante esperança e a mais forte consolação que Cristo poderia deixar a Seus discípulos quando Ele ascendeu ao Céu. As verdades da Palavra de Deus tinham sido sepultadas sob o entulho de interpretações errôneas. Os preceitos humanos, declarações de seres finitos, eram exaltados acima da Palavra do Deus vivo. Sob o poder esclarecedor do Espírito Santo, os apóstolos separaram a verdade de falsas teorias e deram ao povo a palavra da vida. [...] 

O Espírito de Deus revelou Sua presença àqueles que, independentemente do medo ou do favor do público, declaravam a verdade que lhes fora comunicada. Sob a demonstração do poder do Espírito Santo, os [líderes] judeus viram sua culpa em recusar as provas que Deus havia enviado, mas não cederiam em sua ímpia resistência. [...]

Precisamos orar pela concessão do Espírito divino como o remédio para as pessoas enfermas de pecado. As verdades superficiais da revelação, que se tornaram claras e fáceis de compreender, são aceitas por muitos como se suprissem tudo que é essencial. Mas o Espírito Santo, atuando na mente, desperta intenso desejo pela verdade não corrompida pelo erro. Aquele que realmente está desejoso de conhecer o que é a verdade não pode permanecer na ignorância, pois a verdade preciosa recompensa o pesquisador esforçado. Precisamos sentir o poder
convertedor da graça de Deus, e insisto com todos os que têm fechado o coração ao Espírito de Deus para que abram a porta e supliquem fervorosamente: Permanece comigo! [...]

O Senhor quer que cada um de Seus filhos seja rico na fé, e essa fé é o fruto da atuação do Espírito Santo na mente. Ele habita com toda pessoa que O recebe [...]

O Espírito Santo nunca desampara uma pessoa que está olhando para Jesus. Ele toma do que é de Cristo e mostra-o àquele que procura. E se o olhar se mantiver fixo em Jesus, a obra do Espírito não cessará até que a pessoa seja moldada à Sua imagem. Pela graciosa influência do Espírito, o pecador é transformado no espírito e no propósito, até se tornar um com Cristo. Sua afeição a Deus aumenta. Ele tem fome e sede de justiça e, contemplando a Cristo, é transformado de glória em glória, de caráter em caráter, e torna-se mais e mais semelhante a seu Mestre (
Signs of the Times, 27 de setembro de 1899).


-> Texto: Ellen G. White, do devocional 2013 “Perto do Céu”, da Casa Publicadora Brasileira.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...