Fonte da Verdade

Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida. João 14:6

Se as igrejas estabelecidas em nosso mundo seguissem a Cristo, orariam como Cristo orou, e o resultado de suas orações seria visto na conversão de pessoas, pois ao ser aberta a comunicação entre o ser humano e Deus, uma influência divina é projetada sobre o mundo. Quando os membros da igreja habitam em Cristo, sua vida apresenta um testemunho eficaz. Eles cumprem as palavras de Cristo: "Vós sois as Minhas testemunhas" (Is 43:10). Por meio de sua influência [...], por preceito e exemplo, dizem: "Venham", "eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo!" (Jo 1:29). [...]

Jesus é a fonte do conhecimento, a casa do tesouro da verdade. Ele desejava abrir perante Seus discípulos os tesouros de infinito valor, para que, por sua vez, eles pudessem abri-los a outros. Mas por causa da cegueira deles, Ele não lhes pode revelar os mistérios do reino do Céu. Disse-lhes: "Ainda tenho muito que vos dizer; mas vós não o podeis suportar agora" (
Jo 16:12). A mente dos discípulos foi grandemente influenciada pelas tradições e normas dos fariseus, que colocaram os mandamentos de Deus no mesmo nível de suas invenções e doutrinas. Os escribas e fariseus não receberam nem ensinaram as Escrituras em sua pureza original, mas interpretaram a linguagem da Bíblia de tal maneira que expressasse pontos de vista e proibições que Deus jamais revelara. Criaram uma compreensão abstrata sobre os escritos do Antigo Testamento e obscureceram aquilo que o Deus infinito havia revelado de forma simples e clara. Tais homens cultos colocaram diante do povo suas ideias e responsabilizaram os patriarcas e profetas por coisas que jamais proferiram. Esses falsos mestres enterraram as preciosas joias da verdade sob o entulho das próprias interpretações e normas, e ocultaram as especificações mais claras da profecia relativa a Cristo. [...]

Ao vir o Autor da verdade para o nosso mundo e se tornar um intérprete vivo de Suas leis, as Escrituras foram abertas aos homens como uma nova revelação, pois Ele as ensinou como alguém que tem autoridade, como alguém que sabe do que está falando. A mente das pessoas foi confundida a tal ponto pelos falsos ensinos, que elas não foram capazes de compreender plenamente o significado da verdade divina. Ainda assim, foram atraídas ao grande Mestre, declarando: "Jamais alguém falou como este Homem" 
(Jo 7:46) (Signs of the Times, 11 de setembro de 1893).

-> Texto: Ellen G. White, do devocional 2013 “Perto do Céu”, da 
Casa Publicadora Brasileira.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...