O Avanço na Obra de Deus

Faze a obra de um evangelista, cumpre o teu ministério. 2 Timóteo 4:5

Os que forem discípulos de Cristo assumirão a obra onde Ele a deixou e a levarão adiante em Seu nome. Não imitarão as palavras, a disposição e as ações de qualquer outro senão dEle
Seus olhos se acham sobre o Comandante de sua salvação. Sua vontade é para eles a lei. E, ao avançarem, obterão mais e mais claras visões de Seu semblante, caráter e glória. Não se apegarão ao próprio eu, mas à Sua palavra, que é espírito e vida. "Se vós permanecerdes na Minha palavra, sois verdadeiramente Meus discípulos" (Jo 8:31, 32). Eles convertem o conhecimento de Sua vontade em prática. Ouvem e fazem aquilo que Jesus ensina. 

Na igreja, há trabalho para todos os que amam a Deus e guardam os Seus mandamentos. O que as pessoas professam não é uma evidência segura de que são cristãs. As palavras que proferem não garantem que estão convertidas. Ouçam as palavras de Cristo: "Por que Me chamais Senhor, Senhor, e não fazeis o que vos mando?" (Lc 6:46). A menos que a vida diária esteja em conformidade com a vontade e as obras de Cristo, ninguém pode afirmar ser filho de Deus, herdeiro do Céu. Há uma religião legal, mantida pelos fariseus, mas tal religião não revela ao mundo o exemplo de Cristo. Não representa o caráter de Cristo. Aqueles em cujo coração Cristo habita realizarão as obras dEle. Tais pessoas têm direito a todas as promessas de Sua Palavra. Unem-se a Cristo, cumprem a vontade de Deus e manifestam as riquezas de Sua graça. "Então, clamarás, e o Senhor te responderá; gritarás por socorro, e Ele dirá: Eis-me aqui" (Is 58:9). Que preciosa promessa! "Se abrires a tua alma ao faminto e fartares a alma aflita, então, a tua luz nascerá nas trevas, e a tua escuridão será como o meio-dia. O Senhor te guiará continuamente, fartará a tua alma até em lugares áridos e fortificará os teus ossos; serás como um jardim regado e como um manancial cujas águas jamais faltam" (v. 10, 11).

Em contraste marcante com a murmuração e a lamentação dos ímpios, os servos de Deus entoarão: "Render-Te-ei graças, Senhor, de todo o meu coração. [...] O Senhor é excelso, contudo, atenta para os humildes; os soberbos, Ele os conhece de longe" (
Sl 138:1, 6).

Portanto, não permita que forma alguma de orgulho ou presunção seja cultivada, pois isso expulsará Jesus do coração, e a lacuna será preenchida com os atributos de Satanás (
Review and Herald, 1º de maio de 1913).

-> Texto: Ellen G. White, do devocional 2013 “Perto do Céu”, da Casa Publicadora Brasileira.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...