O Tratamento Silencioso


Emudeci em silêncio […] e a minha dor se agravou. Salmo 39:2

– Qual é o problema, Telma? – perguntou a professora a sua aluna do sexto ano. – Você parece preocupada com alguma coisa.

– É a Judy – respondeu Telma. – Ela não fala mais comigo. Sempre fomos as melhores amigas desde o segundo ano, mas agora ela me evita. Telefono, e ela desliga. Falo com ela, e ela vai embora. Escrevo bilhetes, mas ela não responde.


– Posso ver que isso a está incomodando bastante – disse a professora, com atitude solidária. – Você não consegue nem mesmo concentrar-se nas lições. Parece cansada, também.

– Acho que é porque não consigo dormir direito à noite. – concordou Telma. – Fico deitada pensando no que fiz para merecer esse tratamento silencioso de Judy. Sempre tentei agradá-la e fazer tudo o que ela queria.

– Talvez, se eu falar com Judy, possa ajudar. Você se importaria se eu falasse com ela?

Telma balançou a cabeça.

Naquela tarde, a professora conversou com Judy. A menina estava disposta a falar.

– Telma sempre se faz de muito esperta – disse Judy. – Ela acha que é melhor do que eu. Está sempre dizendo o que devo fazer.
– Pode me dar um exemplo? – pediu a professora.

– Claro. Na última vez em que foi à minha casa, ela disse: “Não vista esse suéter cafona, Judy. Não fica bem em você.” Bem, meus pais não têm um monte de dinheiro como os dela. Não posso simplesmente pedir uma roupa nova para minha mãe, só por que Telma não gosta do que eu visto.

– E por que você não diz a Telma exatamente o que disse para mim? – perguntou a professora. – Evitar a questão está causando uma brecha na amizade de vocês.

– Não me importo! – disse Judy. – Não quero falar com a Telma. Não preciso da amizade dela.

Se Judy estivesse disposta a conversar com Telma, seu relacionamento poderia ter sido restaurado. Telma teria entendido que aquilo que fazia incomodava Judy. Ao conversar sobre o assunto, Judy poderia ter descoberto que Telma na verdade não se sentia superior a ela.

Aquela amizade nunca foi restaurada porque Judy escolheu fugir do conflito, em lugar de encarar o problema.

(Inspiração Juvenil)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...