Amarílis vermelhas


Adorai o Senhor na beleza da Sua santidade. 1 Crônicas 16:29

Na época do Natal, gosto de enfeitar a sala com amarílis vermelhas. São plantas altas, elegantes, com enormes flores de 18 centímetros. Depois de encerrada a floração, planto os bulbos ao ar livre, e por muitos anos sou recompensada com mais belezas de um vermelho vivo a cada primavera.


No ano passado, no início de dezembro, comprei uma muda de amarílis com brotos de uns quinze centímetros de altura. Eu sabia que, por volta do Natal, ou mais tardar no ano-novo, teria várias flores grandes. Coloquei o vaso sob a luz solar indireta e, dito e feito! Fui recompensada com quatro flores enormes antes do Natal, e mais duas em janeiro. Eu estava muito ocupada na época do Natal para fazer algo mais do que ocasionalmente regar a planta e admirar as flores do outro lado da sala. Em janeiro, porém, tive um pouco mais de tempo para apreciar as flores. Um dia, parei para examiná-las de perto à luz do sol e descobri algo que não tinha notado antes: As pétalas pareciam salpicadas com finas partículas de purpurina vermelha, semelhantes a tecido com fios metálicos que fazem com que a roupa cintile.

Fiquei tão admirada diante da minha descoberta que permaneci ali, incrédula, contemplando a planta por longo tempo. Cheguei a tirar fotos, tentando captar o fenômeno cintilante para mostrar a outros.

Por muitos anos, cultivei amarílis vermelhas para o Natal, mas nunca tinha tomado tempo para examiná-las de perto, sob a luz direta do sol. Só então recebi o pleno impacto de sua beleza. Por mais notavelmente bela que seja a flor, a amarílis tem um tesouro oculto que só pode ser apreciado mediante uma observação de perto, sob luz direta.

Ocorreu-me que Deus revela muito acerca de Si mesmo através da criação. Em alguns sentidos, Ele Se parece muito com a amarílis. Quanto mais chegamos a conhecê-Lo, mais complexidades do Seu divino caráter descobrimos. Somente tomando tempo para desenvolver um relacionamento íntimo com Ele é que começamos a apreciar a grandeza do Deus a quem servimos.

Deus nos recompensa ao tomarmos tempo para nos maravilharmos diante da glória e do resplendor de Seu caráter cada dia, assim como quando contemplei as flores de amarílis à luz do sol. Deus não deixará de deleitar-nos quando volvermos nosso olhar para Ele. Então, adoraremos ao Senhor como somos instruídas em 1 Crônicas 16:29 – na beleza da Sua santidade. 

(Carla Baker in Meditação da Mulher)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...