Ele Se interessa


O perfeito amor lança fora o medo. Ora, o medo produz tormento. 1 João 4:18

Meu querido esposo canadense
havia dedicado bastante tempo pensando e fazendo planos para sua viagem ao Canadá. Passou semanas debruçado sobre mapas e fez numerosos telefonemas para acomodar-se ao programa de trabalho dos vários membros da família que ele planejava visitar.

Eu ainda não estava aposentada e não tinha as três semanas de férias disponíveis. Meu trabalho era cuidar do gato e do cachorro, e manter o funcionamento da casa. Planejei várias coisas divertidas com as quais me ocupar na ausência dele. Mas entendi que sentiria muita falta dele em casa.


Temos tido uma relação de amor e confiança em nossos 25 anos de casamento. Não tenho razões para duvidar da sua fidelidade. Entendo sua necessidade de visitar os familiares, embora não possa viajar sempre com ele. Seu plano era passar tempo com o irmão e as irmãs, e atualizar-se com as notícias da família.

Duas semanas após sua partida, fui acordada às 3h30 da manhã com um sonho. No sonho, meu marido dizia que havia encontrado outra pessoa e pedia o divórcio. Apelei para que ele reconsiderasse; ele ficou zangado e saiu, levando consigo nosso pastor alemão, Buddy. Acordei com lágrimas correndo pelo rosto. Isto é ridículo, pensei, mas não consegui pegar no sono de novo, e fiquei simplesmente deitada na cama, até que o despertador tocasse. Não conseguia me livrar dos sentimentos de receio e tristeza.

Mais tarde, naquela manhã, o capelão do hospital parou diante da mesa das enfermeiras, durante seu plantão. Perguntou como eu estava e colocou um cartãozinho na minha mão. “Abra e leia. É uma mensagem especial para você, hoje”, disse ele. Do lado de fora, havia a figura de um gatinho; dentro, a mensagem dizia o seguinte: “Que o Senhor vigie, a mim e a você, quando estivermos separados um do outro” (Gênesis 31:49). Um pensamento, embaixo, dizia: “Deus está interessado nos meus relacionamentos e os conserva mediante o Seu amor.” Virei-me para agradecer, mas ele já estava entrando no elevador. Consolo e amor me encheram o coração diante do seu gesto bondoso.

Quando meu esposo voltou para casa no dia planejado, contei-lhe meu sonho. Ele foi bom e compreensivo. Nós dois concluímos que Satanás havia tentado plantar a dúvida em nosso relacionamento. 

(Rose Neff Sikora in Meditação da Mulher)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...