Tesouros no céu


Ajuntai para vós outros tesouros no Céu, onde traça nem ferrugem corrói, e onde ladrões não escavam, nem roubam; porque, onde está o teu tesouro, aí estará também o teu coração. Mateus 6:20, 21

Que comerei, que beberei e
com que me vestirei? São essas as perguntas que estão ocupando a mente das pessoas enquanto a eternidade é omitida de suas cogitações. Há muitos que não olham para o Senhor Jesus Cristo como a única esperança do mundo. […] Aqueles por quem Ele morreu estão absorvidos em prover a si mesmos de bens materiais que não são necessários. Ao mesmo tempo, negligenciam o preparo do caráter que os habilite a morar nas mansões que Ele adquiriu para eles por preço infinito. [...]

Quando assuntos temporais absorvem a mente e prendem a atenção, toda a energia do ser é utilizada no serviço do homem, e os seres humanos consideram a adoração devida a Deus como algo sem importância. Os interesses religiosos ficam subordinados ao mundo. Mas Jesus, que pagou o resgate pela humanidade, requer que os seres humanos submetam os interesses temporais aos interesses celestiais.


Ele quer que deixem de acumular tesouros terrestres, de gastar dinheiro em coisas supérfluas e de se cercar de todas essas coisas de que eles não precisam. [...]

Se decidirmos ajuntar tesouros no Céu, nosso caráter será moldado à semelhança de Cristo. O mundo verá que nossas esperanças e planos estão relacionados com o avanço da verdade e a salvação de pessoas que perecem. [...]

Ao guardar o tesouro no Céu, nós nos colocamos em viva conexão com Deus, O qual é o dono de todos os tesouros da Terra e supre todas as bênçãos temporais que são essenciais à vida. Cada pessoa pode conseguir a herança eterna. [...] É a mais alta sabedoria viver dessa forma para assegurar a vida eterna. Isso pode ser feito vivendo no mundo não para nós mesmos, mas vivendo para Deus; transferindo os bens para um mundo no qual jamais perecerão. Ao utilizarmos nossos bens para o avanço da causa de Deus, nossas instáveis riquezas são depositadas em um banco que não falha. Todo sacrifício feito com o propósito de abençoar outros, toda posse de recursos para o serviço de Deus acaba se tornando um tesouro depositado no Céu (Review and Herald, 7 de abril de 1896).


-> Texto: Ellen G. White, do devocional 2013 “Perto do Céu”, da Casa Publicadora Brasileira

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...