O Grande Médico


Então, lhe disse: Filha, a tua fé te salvou; vai-te em paz. Lucas 8:48

Sentada na sala de espera do doutor, pensei em Jesus como o grande Médico. Ele usava os métodos simples, comuns, e realizava curas práticas e extraordinárias. Ele conhecia o histórico médico de cada paciente, sem precisar rever a ficha ou fazer um exame clínico. Não precisava de um consultório para prescrever o medicamento ou dar o diagnóstico. Não apoiava indústrias farmacêuticas, nem pertencia a elas. Seus pacientes não precisavam de antibióticos ou tratamentos com efeitos colaterais.
Ele tinha Sua própria pomada, feita de cuspe e barro. Com o toque da Sua mão, o som da Sua voz, o coxo andava, o cego enxergava, e os mortos viviam outra vez. Não tinha o divã do psiquiatra; Ele falava com autoridade, e os perturbados e os mentalmente enfermos eram curados.

Especializou-Se na humanidade e curava com a divindade. Seus pacientes não precisavam de plano de saúde, e cada consulta se processava sem custo. Na verdade, Jesus ia à casa dos enfermos. Curava sem discriminação. Curava o pobre e o rico, o fazendeiro e o funcionário do governo. Fico impressionada com a história da mulher com hemorragia. Ela havia sofrido dor e desconforto por 12 anos. Doente e fraca, gastara tempo e dinheiro indo a médicos e a todo tipo de especialistas – sem resultado. Tinha sido ritualmente isolada da família e da comunidade. Não tinha mais outro lugar ao qual volver-se. Então ouviu acerca de Jesus e dos milagres que Ele operava. Isso lhe deu esperança. Recuperou a fé e, enquanto andava em meio à compacta multidão, tocou a orla do manto de Jesus.Imediatamente, soube que estava curada. Jesus também soube que 
dEle havia saído o poder da cura. A fé da mulher foi tão grande que aquele toque em Sua veste, manchada com pó e barro, curou-a literalmente.

Jesus tem o poder de cura do qual necessitamos hoje. Ele sabe quantos cabelos temos na cabeça, Ele nos conheceu antes que fôssemos concebidos e conhece nossos pensamentos e sentimentos mais secretos. Os milagres que realizou no passado, Ele é capaz de operar agora, em nossa vida – contanto que creiamos.

Pai, hoje oro para que me cures com Teu amoroso toque. Tenho fé e acredito que podes me tornar sadia.
(Diantha Hall-Smith in Meditação da Mulher)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...