O Deus da Segunda Chance


Só Lucas está comigo. Traga Marcos com você, porque ele me é útil para o ministério. 2 Timóteo 4:11

Note quem é o autor das palavras do texto de hoje: o apóstolo Paulo. Muitos anos antes ele não permitiu que João Marcos se envolvesse em seu ministério porque, durante a primeira viagem missionária do apóstolo, Marcos, que o acompanhava juntamente com Barnabé, o decepcionou. Assim que a situação ficou difícil na Panfília (região litorânea na Ásia Menor), Marcos desistiu e voltou para casa. Posteriormente, quando Barnabé quis convidar Marcos para acompanhá-los em sua segunda viagem missionária, Paulo não permitiu. Os dois líderes tiveram uma desavença tão séria que resolveram se separar. Paulo escolheu Silas e seguiu em uma direção, Barnabé convidou Marcos e seguiu em outra.


Agora, porém, Paulo, já idoso e preso, com a morte chegando cada vez mais perto, mudou de
ideia. Quer João Marcos ao seu lado. Paulo pede que Timóteo o leve até ele “porque”, diz Paulo, “ele me é útil para o ministério”.

Sempre que alguém, homem ou mulher, falha em cumprir seu dever, ficamos decepcionados. Toda vez que um jovem fracassa, fico muito triste. Os jovens já contam com muitos críticos prontos para apontar alguma falha ou atentos para vê-los fracassar sem oferecer-lhes ajuda ou apoio.

Quando um ministro fracassa, a dor é ainda maior. Os santos podem tolerar uma pessoa que comete todos os tipos de erros antes de se entregar a Cristo (às vezes exultam com os detalhes sombrios), mas tome cuidado após ser batizado. Tome cuidado dobrado se for ministro. A disposição dos santos para perdoar se desvanece diante dos seus olhos.

João Marcos corrigiu seu erro. Ele fracassou, mas Barnabé lhe concedeu uma segunda chance. E ele não o decepcionou! Graças a Deus pelos “Barnabés” da igreja – homens e mulheres que não ficam relembrando nossas falhas, mas, em vez disso, nos concedem uma segunda chance.

Além de João Marcos progredir no ministério, ele se tornou tão respeitado que seu relato da história de Jesus, um dos primeiros a ser escritos, encontrou seu lugar no cânon bíblico. Pense nisto: de fracassado a escritor do Evangelho, de desistente a líder respeitado!

Amo histórias assim, de desistentes que se tornaram decididos e corajosos; de fracassados que escreveram Evangelhos, pois eles são a demonstração viva da essência da graça. E graça tem tudo que ver com segunda chance. E terceira.


E quarta. E quinta. E sexta. E sétima...
 




Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...