Cartões de Natal Atrasados


E saindo elas para comprar o óleo, chegou o noivo. As virgens que estavam preparadas entraram com ele para o banquete nupcial. E a porta foi fechada. Mateus 25:10

Todos os anos recebemos
cartões de Natal atrasados. Alguns chegam com apenas um dia de atraso, outros mais tarde e há aqueles que são postados após o Natal! Tenho um misto de sentimentos em relação aos cartões enviados após o Natal. Sempre é gostoso receber notícias de um amigo que está longe, mas cartões atrasados não parecem apropriados para isso. Os outros cartões chegaram a tempo (temos um parente residente em outro país que faz questão de nos enviar um cartão de Natal; com medo de que não o recebamos a tempo, às vezes o envia dois meses antes de 25 de dezembro) e foram pendurados ou dispostos em
sequência planejada. Os espaços estão todos preenchidos e, então, os atrasados aparecem. Geralmente, não os colocamos perto dos outros em exposição, mas empilhados à parte.


Não atribuo tanta importância ao dia de Natal, apesar de essa data possuir um significado especial. Sem dúvida alguma, não foi nessa data que o Salvador nasceu, pois os pastores estavam no campo com seus rebanhos a noite toda, algo que tira de questão o dia 25 de dezembro devido ao frio na região. Não, não quero dizer que os cartões de Natal atrasados perderam um dia crucial pelo nome e as tradições que carrega. Esse dia, no entanto, representa uma época que evoca cartões de afeição e recordação.

Estar atrasado com os cartões de Natal não é algo muito importante, mas estar atrasado com o Senhor, sim. Pouco antes de ser levado para a morte, Jesus contou a parábola das dez virgens que foram convidadas para ir ao casamento. Cinco delas se prepararam e levaram consigo vasilhas com óleo extra para as suas candeias; as outras cinco não as levaram. O noivo parecia estar atrasado; todas adormeceram. Mas à meia-noite ouviu-se o grito: “O noivo se aproxima! Saiam para encontrá-lo!” (Mt 25:6). As cinco virgens prudentes abasteceram a candeia e saíram para participar da festa. As outras cinco tiveram que sair correndo para procurar um estabelecimento ainda aberto para comprar óleo. Quando voltaram, porém, encontraram a porta fechada e não puderam entrar na festa.

Este é um dos textos mais tristes da Bíblia: “E a porta foi fechada.” Tão perto e, no entanto, tão longe. Quase lá, mas não o suficiente.

Quase não é bom o bastante. Todo dia você e eu devemos ter certeza de estarmos em paz com Jesus e prontos para a Sua chegada.


-> Texto: William G. Johnsson, do devocional 2012 “Jesus a preciosa graça”, da Casa Publicadora Brasileira

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...