Confiar em Jesus


Confie nEle em todos os momentos, ó povo; derrame diante dEle o coração, pois Ele é o nosso refúgio. Salmo 62:8

Crises, crises por toda parte! Calamidades 
aqui e ali. Guerras, ciclones, inundações e outras histórias terríveis. Pessoas sem teto. Perda de entes queridos. Algumas sofrem por causa da fome e da saúde frágil. Há muita dor: física, emocional, financeira, mental e até espiritual – porque não se tem esperança, ninguém em quem confiar. Que desastre! Desesperança! Por que a maioria dos homens e das mulheres tem tanto medo? É por falta de confiança e esperança. Mas, nós, se somos cristãos fiéis, temos Jesus – nossa única esperança. Não precisamos temer; podemos confiar nEle.


Quando recebi o chamado para ser diretora do Ministério da Mulher e coordenadora das esposas de pastor para todo o sudeste da Ásia, percebi que eu era a mais temerosa das mulheres. Eu tinha medo – medo de falar em público, medo de deixar meu jardim, medo de viajar sozinha para lugares desconhecidos, medo de novas culturas, medo de fracasso, medo de ficar doente e morrer numa terra estrangeira, sem minha família. E quase aconteceu.

Eu estava dirigindo um treinamento de liderança para o Ministério da Mulher na Malásia. Depois de aplicar um teste entre as participantes, minha cabeça doeu. Nunca antes tive uma experiência como aquela. A dor era insuportável. Duas atenciosas líderes do Ministério da Mulher me levaram ao hospital. A caminho, vomitei três vezes. Naturalmente, senti medo. Eu estava ficando debilitada e achei que aquele seria meu último momento, e, como havia temido, morreria num país estrangeiro.

Normalmente, minha pressão sanguínea é 110/70, mas, quando foi medida no hospital, estava 170/90. Alta demais! Além disso, eu estava aterrorizada. Orei: Senhor, por favor, salva-me, perdoa-me, e ajuda-me a confiar em Ti daqui em diante. Sei que me chamaste para um propósito. Permite-me, apenas, ir para casa. Muito obrigada, em nome de Jesus. Amém! O médico me aplicou duas injeções e disse que eu devia descansar. Senti-me muito perto de Deus e Ele me fez lembrar de que eu deveria confiar nEle, não importando o que acontecesse. Lembrei-me da experiência dos discípulos quando a tempestade rugiu no mar e Jesus os tranquilizou (ver João 6:16-20).

No dia seguinte, voei de volta para casa, para Manila, Filipinas, e não poderia me sentir mais normal. Louvado seja Deus! Ele é nosso refúgio. Confiemos nEle.

 (Helen Bocala-Gulfan in Meditação da Mulher)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...