O “Amigo” Álcool


O vinho é escarnecedor, e a bebida forte, alvoroçadora; todo aquele que por eles é vencido não é sábio. Provérbios 20:1

Um velho cambaleava por uma 
rua de São Francisco, levando uma garrafa de vinho barato no bolso.

– Oi, Al! – Um homem com barba crescida, caído na frente de uma loja, acenou com sua garrafa.

– Dia bonito – disse Alfred, enquanto passava trocando as pernas.

– Para onde você está indo, colega? – perguntou o homem da calçada. – Venha tomar um trago comigo.


– Estou indo para casa – disse Alfred. – A gente se vê depois.

O homem da calçada nunca mais viu Alfred. Alguém o encontrou em seu barraco, atrás da zona portuária, com uma garrafa vazia de vinho barato ao seu lado. A polícia perguntou se alguém conhecia os familiares de Alfred.

– Não sei nada a respeito dele – disse o amigo da calçada. – Nem mesmo seu sobrenome. Nunca vi seus parentes. Às vezes, eu lhe emprestava dinheiro para um traguinho, e ele sempre me reembolsava. Sempre conversava comigo. Vou sentir falta do velho Al. De que ele morreu?

– Cirrose hepática – disse o policial. – Bebeu até morrer, ao que parece.

– Pobre companheiro – disse o outro bêbado, enxugando uma lágrima no rosto. – Vou sentir falta do Al.

– Seu nome era Alfred L. Beatie – continuou o policial. – Anos atrás, era tenente da Força Aérea, graduado pela escola de aeronáutica do Texas, onde foi um dos mais promissores pilotos da nação.

– Não me diga! – disse o pobre homem, chocado. – Ele nunca falou nada sobre aviação. Foi por isso que ficou aleijado?

– Sim. Sofreu um acidente logo depois da formatura, e ninguém mais teve notícias dele. Parece que veio para cá afogar as mágoas no álcool.

O homem na calçada pegou sua garrafa.

– É, isto faz a gente se sentir melhor. Coitado do Al. Vou sentir saudade dele.


Escolhendo Amigos

O álcool, como companheiro, é uma triste escolha. Aqueles que são sábios deixam-no de lado. 


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...