A Bíblia e o intelecto


Eis que tenho suspirado pelos Teus preceitos; vivifica-me por Tua justiça. Salmo 119:40

“Divinamente inspirada”, capaz de nos fazer sábios “para a salvação”, tornando o “homem de Deus [...] perfeito e perfeitamente instruído para toda boa obra” (2Tm 3:15-17), a Bíblia tem o mais elevado direito à nossa reverente atenção. O estudo superficial da Palavra de Deus não pode satisfazer os reclamos que ela tem para conosco nem nos proporcionar o benefício prometido. [...] Ler certo número de capítulos diariamente ou decorar determinado trecho sem dar cuidadosa atenção ao sentido do texto sagrado, é de pouco proveito. [...]


Estudar uma passagem até que seu significado se torne claro à mente e sua relação com o plano da salvação fique evidente é de mais valor que a leitura de muitos capítulos sem qualquer propósito definido em vista e sem uma instrução clara obtida. Não conseguiremos sabedoria sem fervorosa atenção e estudo acompanhado de oração. Alguns trechos da Escritura são, efetivamente, tão claros que não podem ser mal compreendidas; mas há outras cujo sentido não está tão claro, de modo que possa ser entendido em um estudo rápido. [...]

Não há nada melhor para dar vigor à mente e fortalecer o intelecto do que o estudo da Palavra de Deus. Nenhum outro livro é tão poderoso para elevar os pensamentos, para dar vigor às faculdades, como as amplas e enobrecedoras verdades da Bíblia. Se a Palavra de Deus fosse estudada como deveria ser, os homens teriam uma amplidão mental, uma nobreza de caráter, e uma estabilidade de propósitos que raramente se veem nestes tempos. [...]

Dentre todos os livros que têm inundado o mundo, por mais valiosos que sejam, a Bíblia é o Livro dos livros e merece o mais profundo estudo e atenção. Apresenta não só a história da criação deste mundo, mas também uma descrição do mundo por vir. Contém instruções acerca das maravilhas do Universo e revela à nossa compreensão o Autor dos céus e da Terra. [...]

Por meio do estudo da Bíblia mantemos um intercâmbio com patriarcas e profetas. A verdade é expressa em linguagem elevada, que exerce fascinante poder sobre a mente; o pensamento é elevado das coisas terrenas para a contemplação da glória da futura vida imortal. Que sabedoria humana pode equiparar-se à grandeza da revelação divina?(Signs of the Times, 30 de janeiro de 1893).


-> Texto: Ellen G. White, do devocional 2013 “Perto do Céu”, da Casa Publicadora Brasileira

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...