A oração perseverante


Já é tempo, Senhor, para intervires, pois a Tua lei está sendo violada. Salmo 119:126

O Senhor virá em breve. Impiedade e rebelião, violência e crime espalham-se por todo o mundo. Os clamores dos que sofrem e dos oprimidos sobem a Deus, pedindo justiça. Em vez de serem abrandados pela paciência e benignidade de Deus, os ímpios se fortalecem em obstinada rebelião. O tempo em que vivemos é de grande depravação. É desprezada a restrição religiosa, e os homens rejeitam a lei de Deus como indigna de atenção. Essa santa Lei é sujeita a um desdém nunca visto.


Um momento de demora nos foi graciosamente concedido por Deus. Todas as capacidades que o Céu nos empresta devem ser usadas para fazer a obra que nos foi designada pelo Senhor, em favor dos que perecem na ignorância. A mensagem de advertência deve soar em todas as partes do mundo. Não deve haver demora. A verdade tem que ser proclamada nos recantos escuros da Terra. Os obstáculos têm que ser enfrentados e transpostos. Uma grande obra deve ser feita, e essa obra é confiada aos que conhecem a verdade para este tempo.

Agora é a ocasião de fazermos uso de nossa força. A oração de Davi deve ser a prece dos pastores e dos membros leigos: “Já é tempo, Senhor, para intervires, pois a Tua lei está sendo violada” (
Sl 119:126). Chorem os servos “do Senhor, entre o alpendre e o altar”, clamando: “Poupa o Teu povo, ó Senhor, e não entregues a Tua herança ao opróbrio” (Jl 2:17). Deus sempre operou em favor da Sua verdade. Os desígnios dos ímpios, dos inimigos da igreja são sujeitos ao Seu poder e Sua soberana providência. Ele pode tocar o coração de estadistas; a ira dos que odeiam Sua verdade e Seu povo pode ser desviada, assim como as águas de um rio, se assim o ordenar.

A oração move o braço da Onipotência. Aquele que comanda as estrelas na sua órbita nos céus, e cuja palavra controla as águas do grande abismo – o mesmo Criador infinito atuará em favor do Seu povo, se O invocarem com fé. Ele restringirá todas as forças das trevas até que tenha sido dada a advertência ao mundo, e todos os que lhe 
deem atenção estejam preparados para a vinda dEle (Review and Herald, 14 de dezembro de 1905).

-> Texto: Ellen G. White, do devocional 2013 “Perto do Céu”, da Casa Publicadora Brasileira

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...