Em guarda

Vigiai, porque não sabeis em que dia vem o vosso Senhor. Mateus 24:42 

A condição da sociedade hoje é a mesma de quando Deus apresentou diante de Israel as abominações dos pagãos, e as mesmas advertências são necessárias para o povo remanescente. O espiritismo está avançando ao redor da Terra com triunfo. “Eles são espíritos de demônios, operadores de sinais, e se dirigem aos reis do mundo inteiro com o fim de ajuntá-los para a peleja do grande Dia do Deus Todo-Poderoso” (Ap 16:14). Homens e mulheres estão em busca daqueles que se relacionam com espíritos familiares, mas o povo de Deus não pode de forma alguma seguir as práticas do mundo. Deve guardar os mandamentos do Senhor. A linha de separação deve ser distintamente traçada entre o obediente e o desobediente. Deve haver inimizade aberta e declarada entre a igreja e a serpente, entre a semente daquela e desta. 

Satanás estava decidido a conservar a posse da terra de Canaã e, quando se tornou ela a habitação dos filhos de Israel, e a lei de Deus se fez a lei do país, ele odiou Israel com ódio cruel e maligno, e tramou sua destruição. Pela operação de espíritos maus, deuses estranhos foram introduzidos. Por causa da transgressão, o povo escolhido foi finalmente disperso da terra da promessa.
Essa história está se repetindo com o povo de Deus. [...]

É hora de atender à ordem do Salvador como nunca antes: “Vigiai e orai, para que não entreis em tentação” (Mc 14:38). Confie em Deus, não importa o quanto seja complicada a situação. Busque Seu conselho e não vá atrás daqueles que tratam com espíritos familiares para que não seja por eles enganado. Aquele que morreu para redimi-lo prometeu guiá-lo e revesti-lo com Sua própria justiça, se você aborrecer ao pecado e se afastar do mal, lavando as vestes de seu caráter, tornando-as brancas no sangue do cordeiro.

Que amor, que maravilhoso amor que Deus tolere a perversidade de Seu povo, enviando auxílio a toda pessoa que deseja fazer Sua vontade e abandonar o pecado! Se as pessoas apenas cooperarem com os agentes do Céu, poderão ser mais que vencedoras. Embora sejamos criaturas caídas, suscetíveis aos crimes mais revoltantes, podemos nos tornar vitoriosos pelo poder da graça de Cristo e ter um lugar em Seu reino eterno, para reinar com Ele para todo o sempre 
(Signs of the Times, 26 de agosto de 1889).


-> Texto: Ellen G. White, do devocional 2013 “Perto do Céu”, da Casa Publicadora Brasileira.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...