Aguarde

Quando nosso pai faleceu, éramos uma jovem família de cinco filhos, deixados sós naquele frio momento de luto. Todos os outros membros da família e parentes nos abandonaram. Ninguém parecia se importar com a nossa existência. A certa altura, toda esperança se perdera, e achamos que não sobreviveríamos. Nossa mãe viúva batalhava e se esforçava, fazendo tudo o que podia, com vistas à sobrevivência dos filhos. Nós resistimos.

Meus anos de ensino médio foram extremamente difíceis. Cada mês, precisávamos passar duas semanas trabalhando na fazenda, a fim de ganhar uma pequena quantia de dinheiro. É desnecessário dizer que, após o ensino médio, eu não tinha esperança de continuar os estudos. Consegui um emprego que me pagava pouco. Após algum tempo, decidi casar-me. Pedi a Deus que considerasse minha situação e me mandasse um esposo carinhoso e compreensivo.


Permaneci firme. Deus ouviu minha oração e me deu um marido assim. Ele me incentivou a me inscrever no exame da África Ocidental, e fiz isso. Fui aprovada e, depois, aceita para estudar gerência dos recursos da informação, enquanto ainda esperava um milagre. Como as coisas continuavam apertadas e difíceis para a família, eu me inscrevi para receber a bolsa de estudos do Ministério da Mulher, esperando que ela viesse quando fosse mais necessária. O tempo passou. Continuei orando e me apegando a Deus. E Ele me respondeu. Hoje, sou graduada, feliz no casamento e tenho dois meninos.

Sim, nas diferentes épocas da vida, enfrentamos algumas dificuldades que vêm de diversas maneiras. Também pode parecer que o mundo inteiro se volta contra nós. Seja qual for o caso, apegue-se a Deus. Coloque nEle a sua confiança. Ele diz: “Acaso, pode uma mulher esquecer-se do filho que ainda mama, de sorte que não se compadeça do filho do seu ventre? Mas ainda que esta viesse a se esquecer dele, Eu, todavia, não Me esquecerei de ti. Eis que nas palmas das Minhas mãos te gravei; os teus muros estão continuamente perante mim” (Isaías 49:15, 16). Enquanto passava por todas as dificuldades, nunca imaginei que, um dia, minha história mudasse para melhor. Então aprendi que as promessas de Deus são certas. Reclame-as. Apegue-se a elas pela fé, e Ele nunca a abandonará.

(Ezinwanyi Madukoma in Meditação da Mulher)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...