Graça Durante a Madrugada


Quando me deito lembro-me de Ti; penso em Ti durante as vigílias da noite. Salmo 63:6

O grande reformador Martinho Lutero desenvolveu o hábito de, quanto mais ocupado estava, mais tempo dedicar à oração. Sempre que se sentia pressionado pelas preocupações e responsabilidades, mais cedo ele se levantava. Antes do alvorecer, passava as horas da noite em comunhão com a Fonte da força e sabedoria.

Há uma aparente contradição aqui, algo que não faz sentido para o indivíduo não espiritual: quanto menos tempo Martinho Lutero tinha para orar, mais tempo passava em oração. Trata-se do mesmo aparente paradoxo representado pelo título do livro Ocupado Demais Para Deixar de Orar, de Bill
Hybel.

A “contradição” revela a essência da vida cristã, que é, no fundo, uma grande contradição. Paulo utiliza um paradoxo em 2 Coríntios 12:7-10, quando se refere ao “espinho na carne”, e conclui: “Quando sou fraco é que sou forte”. A Fonte de nossa sabedoria e poder se encontra fora de nós mesmos. Somente quando nos conectamos com essa Fonte (o que requer tempo, tempo
tranquilo) podemos viver e servir como Deus deseja.

Não sou Martinho Lutero, mas entendi o poder de sua vida paradoxal de oração. Quanto mais e maiores responsabilidades recebia em meu ministério, aprendi que o segredo para suportá-las se encontrava nas vigílias da noite. Deus concede graça durante a madrugada – graça para o momento e graça para o dia à frente.

Assim, diante de uma situação desafiadora, desperto às três da manhã (ou antes) com a mente pronta para enfrentar o dia. Nessas ocasiões, aprendi que em vez de ficar virando de um lado para o outro, tentando conseguir algumas horas a mais de sono, é infinitamente melhor me levantar. Passar tempo com a Palavra. Dedicar o tempo necessário para a comunhão com Deus, suplicando e ouvindo. Analisar o que me espera sem pressa, permitindo que o Senhor decida a minha agenda.

Repetidamente o emaranhado de nós tem se desembaraçado com facilidade. As prioridades de repente se tornam claras.

Geralmente, combino esse precioso momento com o Senhor com uma caminhada. Está escuro; as ruas estão vazias; o único veículo em movimento é um carro patrulha ocasional; mas a caminhada é maravilhosa no frescor, no vigor sereno do dia que está prestes a nascer. A experiência é envolta com graça na comunhão com o amoroso Pai. Recomendo que você também viva essa experiência. 



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...