De geração em geração


O Senhor é bom e o Seu amor leal é eterno; a Sua fidelidade permanece por todas as gerações. Salmo 100:4, 5

Era sexta-feira à noite. Jo Ann, de quatro 
anos, observava a mãe, Ethel, sentada na cozinha, com a bolsa no colo. Ethel procurou em todos os compartimentos da bolsa e então, pela segunda vez, despejou seu conteúdo sobre a mesa. Talvez alguma moeda houvesse caído para dentro do forro da bolsa e ela não a tivesse visto. Mas não havia nada ali. Por fim, ela disse a Jo Ann que talvez não pudessem ir à igreja na manhã seguinte, pois não havia dinheiro para a passagem do bonde.


Jo Ann estava sentada no chão, aos pés de Ethel. Não gostou de pensar que não poderiam ir à igreja. Afinal de contas, elas estavam prontas. O cabelo havia sido lavado com xampu e penteado, e elas já sabiam que roupa iam vestir. Olhando para o rosto da mãe, viu que ela estava igualmente desapontada. Jo Ann se surpreendeu ao ver que um adulto podia se sentir tão mal quanto ela. Mas sabia que, para as duas, o ponto alto da semana era a Escola Sabatina e o culto – e agora parecia que teriam que ficar em casa. Ir caminhando até a igreja estava fora de cogitação. St. Louis é uma cidade grande e a igreja ficava a quilômetros de distância. Precisavam, inclusive, tomar dois bondes. Ethel acreditava que, se tão somente pudessem chegar lá, alguém faria a gentileza de levá-las para casa. Tudo de que precisavam era de uma moeda para a passagem.

Durante toda aquela semana, enquanto brincava na cozinha, Jo Ann havia notado uma coisa elevada sob a extremidade da passadeira de linóleo, perto da porta. Tivera a intenção de olhar embaixo, para descobrir o que causava aquela protuberância, mas por alguma razão não olhara – até aquele momento. Então algo lhe chamou a atenção: Ali estava aquele altinho. Ela foi até lá e afastou para trás o linóleo.
Ali, para seu deleite, encontrou uma moeda de dez centavos! Ela correu até Ethel e mostrou a moeda. O rosto de Ethel se iluminou com um sorriso. “Nós vamos à igreja amanhã!” anunciou. O que lhes faltava eram exatamente dez centavos.

Ninguém soube como uma moeda de dez centavos entrara embaixo do linóleo, mas ela estava ali, esperando. Incidentes como esse produzem fé em crianças pequenas, permitindo que saibam que Deus Se interessa pelos menores detalhes da vida daqueles que desejam agradá-Lo. “E será que, antes que clamem, Eu responderei” (Isaías 65:24).

 (Jo Ann Wetteland in Meditação da Mulher)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...