O privilégio de doar

Servi uns aos outros, cada um conforme o dom que recebeu, como bons despenseiros da multiforme graça de Deus. 1 Pedro 4:10

Deus abençoa a terra com o brilho do sol e com a chuva. Faz com que a terra produza seus abundantes tesouros para o uso do homem. Deus fez o ser humano Seu administrador para dispensar as dádivas celestiais levando pessoas à verdade. Meus irmãos da América do Norte [escrito da Austrália, em 1895]perguntarão como os alcançou a preciosa salvadora verdade, quando estavam em trevas? Homens e mulheres levaram seus dízimos e ofertas a Deus e, ao encherem de meios o tesouro, homens foram enviados para levar avante a obra. Esse mesmo processo deve ser repetido, a fim de ser alcançadas hoje as pessoas que estão em trevas. [...]

As necessidades do trabalho agora exigem maiores recursos do que nunca. O Senhor convoca Seu povo a fazer o máximo esforço a fim de reduzir suas despesas. [...] Que o dinheiro que tem sido gasto na satisfação do eu seja depositado no tesouro do Senhor para sustentar aqueles que estão trabalhando para a salvação dos perdidos. [...]

O Senhor logo virá. Devemos trabalhar enquanto é dia, pois, quando vier a noite, será tarde demais para trabalhar para Deus. Muitas, muitas pessoas têm perdido o espírito de abnegação e sacrifício. Têm enterrado seu dinheiro nas posses temporais. Há homens a quem Deus tem abençoado e a quem está provando, para ver que resposta darão aos Seus benefícios. [...] Apressem-se, irmãos, têm agora a oportunidade de ser honestos para com Deus; não demorem. Para o seu bem espiritual, deixem de roubar a Deus nos dízimos e nas ofertas.

Como o plano da redenção começa e termina com um dom, assim deve ele ser levado adiante. O mesmo espírito de sacrifício que nos comprou a salvação habitará no coração de todos quantos se tornarem participantes do dom celestial. Disse o apóstolo Pedro: “Cada um administre aos outros o dom como o recebeu, como bons despenseiros da multiforme graça de Deus” (1Pe 4:10). Disse Jesus a Seus discípulos, quando os enviou: “De graça recebestes, de graça dai” (
Mt 10:8).

Tanto por meio de seus recursos como de suas orações, que cada um faça tudo o que estiver ao seu alcance para ajudar a carregar o fardo em prol daqueles por quem os ministros estão trabalhando 
(General Conference Bulletin, 30 de maio de 1897).


-> Texto: Ellen G. White, do devocional 2013 “Perto do Céu”, da Casa Publicadora Brasileira
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...