Pintando a casa

E não nos cansemos de fazer bem, porque a seu tempo ceifaremos, se não houvermos desfalecido. Gálatas 6:9










Em uma de minhas férias resolvi fazer uma coisa diferente: pintar a casa. Não era uma tarefa estranha. Já tinha feito isso outras vezes. Por isso, limpei a parede, preparei a tinta e… comecei o trabalho. Dois minutos depois a mão estava toda lambuzada, escorria tinta por entre os dedos… Parei um pouco e fiquei me perguntando: por que é que eu fui começar isso? Deu uma vontade de parar tudo de vez e esquecer a ideia de pintar a casa… Afinal, eu estava de férias!

Já aconteceu alguma coisa parecida com você? A Bíblia conta a história de Neemias. Neemias topou o desafio de reerguer os muros de Jerusalém. No capítulo 4 de seu livro, ele conta que na metade do trabalho ele e seus companheiros ficaram desanimados e quiseram desistir. Do verso 10 ao verso 13 lemos as razões para essa atitude: estavam cansados, frustrados e com medo. 

A fadiga é um problema sério. Imobiliza. Segura você. A frustração também não perdoa. Você vê um monte de trabalho em sua mesa ou na sua frente, está cansado e se frustra porque não dá conta e nem tem vontade de encarar a montanha que o espera. E aí, vem o medo: medo de errar, medo de fracassar, medo de não dar conta a tempo do que precisa ser feito…

Diante de um quadro assim – de uma casa toda para ser pintada – o que fazer? Provérbios 22:13 diz que o preguiçoso inventa as desculpas mais esfarrapadas. Se você quer terminar o que começou, esqueça a preguiça e não fique inventando histórias ou desculpas…

Uma segunda dica? Comece imediatamente. De onde você parou. Não fique olhando para trás. Olhe pra frente. Estabeleça alvos. Dentro de uma hora essa parede vai ficar pronta. Mais meia hora e eu pinto aquela porta. E, se eu for mais rápido vou pintar o telhado também, ainda hoje.

Uma terceira dica para terminar o que começamos é se manter concentrado nos benefícios e não nos sacrifícios. Na carta de Paulo aos Gálatas, capítulo 6:9, ele escreveu: “E não nos cansemos de fazer o que é correto, porque em pouco tempo teremos uma colheita de bênção, se não desanimarmos nem desistirmos”.

E, pra encerrar, uma quarta dica: dependa da ajuda de Deus. Na primeira carta de Pedro, 4:11, encontramos o seguinte recado: “Faça-o com todas as forças e a energia que Deus lhe concede, a fim de que Deus seja glorificado por meio de Jesus Cristo.”
Tenha certeza. Assim a “casa” vai ficar toda pintada – e bem pintada – e você terá terminado o que começou com muito mais confiança e satisfação.


Reflita sobre isso no dia de hoje…

-> Texto: Amilton Menezes
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...