Paz Perfeita


Deixo-lhes a paz; a Minha paz lhes dou. Não a dou como o mundo a dá. Não se perturbe o seu coração, nem tenham medo. João 14:27


A saudação costumeira das cartas de Paulo (“Graça e paz de Deus nosso Pai e do Senhor Jesus Cristo”) relaciona graça e paz. Graça é a fonte, paz o resultado. Por causa da graça temos paz.


A paz se origina em Jesus, cheio de graça, que, antes de subir ao Céu, abençoou os discípulos concedendo-lhes o dom da paz.
Hoje não é diferente: a única verdadeira paz pode ser encontrada apenas em Jesus. Você pode procurar paz buscando a ajuda de “especialistas”, que com muita alegria pegarão o seu dinheiro, o incentivarão a contar seu passado e tentarão ajudá-lo a superá-lo. Não me entenda mal: conselheiros e aconselhamento têm o seu lugar, mas, enquanto você não permitir que Jesus faça morada em seu coração, sempre haverá um vazio, um anseio não preenchido em seu ser.

Como escreveu Edward 
Bickersteth, somente “o sangue de Jesus transmite paz interior”. Leia a seguinte descrição da mensageira do Senhor a respeito da vida interior de Jesus: “No coração de Cristo, onde reinava perfeita harmonia com Deus, havia paz perfeita. Nunca Se exaltou por aplauso, nem ficou abatido por censuras ou decepções. Entre as maiores oposições e o mais cruel tratamento, ainda Ele estava de bom ânimo” (Ellen G. White, O Desejado de Todas as Nações, p. 330).

Que maneira maravilhosa de viver! Que diferença da maneira como muitos de nós encaramos a vida hoje, inclusive os que professam o nome de Jesus!

A tendência geral de nossa era corre para a direção oposta. Em vez do dom da perfeita paz de Cristo, procura-se agitação constante. Cada vez mais rápido. Cada vez mais alto. Cada vez mais emoção. A adrenalina não para de correr nas veias.

Não conseguimos, no entanto, suportar uma vida assim. Quanto mais alto voarmos, maior será o tombo.

Realmente almejamos a paz que Cristo oferece? Então, precisamos começar a deixar de lado os produtos à base de cafeína e as pílulas que nos mantêm acordados e animados, mas que depois levam à depressão. Precisamos colocar nossa vida em ordem: respeitar o período de sono, esquecer os programas de televisão noturnos. Precisamos passar momentos em silêncio todos os dias, períodos 
tranquilos o suficiente para conversarmos com Deus e ouvi-Lo, para nos alimentarmos de Sua Palavra.

Você quer mesmo ter perfeita paz? Conceda essa oportunidade a Deus.
(Meditações Diárias / Rede Maranatha)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...