Fé Fortalecida

Sereis odiados de todos por causa do Meu nome; aquele, porém, que perseverar até ao fim, esse será salvo. Mateus 10:22




No domingo de manhã, dia 15 de maio de 1988, o jovem Daniel Segovia, de 23 anos de idade, encontrava-se numa mina d’água na fazenda de seu pai, em El Salvador. Ele e o irmão mais velho, Macário, tinham ido lá buscar água para uma vaca doente.

– Daniel, seu dia chegou! – gritou alguém.

Daniel e Macário viram então quatro primos correndo em sua direção e agitando facas de mato.

– Demos a você o prazo até hoje para deixar de pregar a mensagem adventista em nossa comunidade – disseram eles. – E você não prestou atenção.

“Vou dar-lhes o dinheiro que acabei de receber pela venda de uma vaca”, pensou Daniel. “Isso vai distraí-los e permitir que eu escape.” Tirando um grande maço de dinheiro do bolso de sua calça, jogou-o aos pés deles e saiu correndo pelo campo em direção a sua casa. Seus primos o perseguiram de perto.

Os primos não andavam atrás de dinheiro; queriam sangue.

– Jogue fora sua Bíblia, e lhe pouparemos a vida! – disse o líder.

– Não posso fazer isso! – declarou Daniel.

Dois dos agressores agarraram Daniel enquanto cortavam o dedo mínimo de sua mão direita.

– E agora, você desiste da fé adventista? – perguntaram.

– Nunca vou desistir – afirmou Daniel.

Diante daquilo, um dos primos cortou fora a mão direita de Daniel.

– Agora você desiste de sua fé? – repetiram a pergunta.

– Não, jamais!

Um primo brandiu a faca e cortou a mão esquerda de Daniel. Enfraquecido pela dor e perda de sangue, Daniel caiu ao chão. Os primos pensaram que ele estivesse morto.

Enquanto isso, os outros dois primos atacaram Macário e o deixaram como morto também. Com o serviço feito, os primos fugiram.

A tia de Daniel vira tudo da janela da casa sobre a colina. Correu em seu socorro e os ajudou a chegar ao hospital. Ambos os irmãos sobreviveram. Algum tempo mais tarde, igrejas adventistas hispânicas de Los Angeles coletaram dinheiro para que Daniel conseguisse mãos e braços artificiais, a fim de que pudesse continuar dando estudos bíblicos.

“Essa tragédia fortaleceu minha fé em Deus”, afirmou Daniel.


Sendo Amigos

Ser leal a Jesus custou a Daniel as duas mãos. O que tem custado a você a amizade com Jesus? Poderia sua fé sustentá-lo em face da morte?

(Inspiração Juvenil)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...